Coimbra  16 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

Semente de Cultura: Alguns jogos tradicionais

22 de Novembro 2019

Pião Jogos tradicionais

Os jogos tradicionais, infelizmente em desuso, estão relacionados com a vida quotidiana das populações, sendo um meio de convivência e de distracção. Os seus temas baseavam-se nos trabalhos diários e variavam segundo as estações do ano, as colheitas, romarias, feiras e festas religiosas.

Os locais mais utilizados para a sua realização eram o adro da igreja e das capelas, ou o recreio da escola. Havia jogos destinados a adultos (o pau ensebado, a malha, o arco, a corda, o cântaro) e outros para jovens (a macaca, o lenço ou lencinho, o pião, a cabra-cega, a corrida de saco, a estátua, andas, o talo bilharda, o botão, a berlinda).

A rapaziada costumava jogar o Par ou Pernão no dia de Natal, findas as cerimónias na Igreja e o almoço em família. O jogo disputava-se entre um rapaz e uma rapariga e, para jogar, eram necessários pinhões. Ele colocava os pinhões no bolso do casaco, ela no avental. Com uma das mãos retirava-se uma mão cheia de pinhões e, de punho fechado perguntava-se; «Par ou pernão?». Se o opositor acertava entregavam-se os pinhões que se tinham na mão mas, caso não acertasse, recebia do outro o mesmo número de pinhões. E o jogo decorria até que um dos jogadores perdesse todos os pinhões.

(*) Historiador e investigador

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com