Coimbra  15 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Mário Carvalho

PS/Penela: Que a um passo atrás se sigam dois em frente

16 de Julho 2018

Notícias recentes dão conta de ex-dirigentes do PS/Penela condenados, pelo Tribunal de Coimbra, “a pena de multa por falsificação de documento inerente a inscrição fraudulenta de militantes no partido”.

Este processo surge na sequência de outro, também de fichas falsas de militantes do PS, em que o Ministério Público determinou a suspensão provisória, não avançando para julgamento, apesar de ter concluído que 18 militantes teriam cometido o crime de falsificação” (in Jornal Campeão das Províncias, 2018).

Parecendo ser este o culminar de um processo que já vai longo, e em nada dignifica o exercício da actividade politica, cada vez mais desacreditada no seio da população em geral, tal como é feita referência no segundo parágrafo, o caso não se cingiu apenas a Penela, importa aqui situar e clarificar de forma objectiva a condenação total sobre tais actos, independentemente das relações de amizade e/ou camaradagem que nos ligam aos implicados. Alguns, sublinhe-se, e assuma-se, com trajectos políticos de grande relevo.

Pensamos acima de tudo que o Partido Socialista é uma grande instituição e deve estar acima deste tipo de situações e combatê-las. Até porque, nos últimos anos, o PS/Coimbra tem sido notícia nem sempre pelas melhores razões, cabendo, pois, aos dirigentes locais e demais militantes colocarem a mão na consciência sobre o caminho que querem traçar e na devolução da confiança e credibilidade aos cidadãos. “Sacudir a água do capote” e “assobiar para o lado”, como muitas vezes é apanágio, e atribuir culpas ao vizinho do lado, em nada resolve o problema.

Assim sendo, enquanto vereador do PS em Penela, concelho onde actualmente o Partido Socialista, por este e outros motivos, não tem estrutura organizativa, e onde sequer alguma vez fui ou sou militante, passar para a opinião pública e aos penelenses em particular que Penela precisa de um PS activo e interveniente na vida e política local, pois não somos defensores do pensamento único e quem está no poder governa sempre melhor com uma oposição activa.

Penela sempre foi governada pelas cores do PSD, nunca tendo experienciado outra cor política, mas assim dita a democracia e o povo é quem mais ordena. Temos de respeitar, pese embora sejamos defensores que a mudança é salutar em qualquer lugar.

Recusamos, por isso, o discurso da radicalização, quer à Esquerda quer à Direita, e somos a favor da representatividade das várias cores politicas, bem como movimentos não partidários, dando ao povo todo o direito de escolha através do voto.

Penela precisa do PS.

Viva Penela!

 (*) Vereador da CMP

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com