Coimbra  21 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Sousa Jordão

Maternidade: Irá o bom senso ter voz?

30 de Abril 2018

O que se está a passar sobre a localização da nova maternidade de Coimbra é idêntico ao que se passou com a do Hospital Pediátrico, em que o bom senso foi preterido por interesses que quero desconhecer.
Na altura, manifestei aos órgãos competentes e na comunicação social o que pensava acerca do assunto, motivo por que não vou referir tais interesses (águas passadas não movem moinhos…).
Apoio o bom senso e a opção do Senhor presidente da Câmara Municipal de Coimbra e repudio a argumentação do presidente do Conselho de Administração do agora CHUC – Centro Hospitalar Universitário (resultante da fusão, por exemplo, dos HUC e do CHC – Centro Hospitalar de Coimbra), completamente distorcida e sem uma fundamentação técnica capaz (idêntica à do Hospital Pediátrico), encapotada, provavelmente, por uma postura anquilosada e sem perspectiva de futuro.
Trata-se do habitual no espírito «coimbrinha», que sempre acompanha os cérebros iluminados de alguns gestores da Saúde que, ultimamente e infelizmente, têm sido administradores no sector. E está à vista a sua gestão e a qualidade dos serviços hospitalares que, neste momento, nos servem.
Destruiu-se o que funcionava bem e substituiu-se por uma estrutura egocêntrica, cujos resultados estão à vista e de que as únicas vitimas são os utentes, sentindo isso no dia-a- dia (quando necessitam de cuidados de saúde).
Será que ainda vale a pena apelar ao bom senso?

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com