Coimbra  16 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

Lendas: Nossa Senhora da Esperança de Botão

15 de Fevereiro 2019

Igreja Botão

Ao fundo de um enorme cerro na aldeia de Botão, existe um penedo de dimensão assinalável, junto ao rio, que guarda uma curiosa história.

Conta-se que certo dia, algumas crianças que por ali brincavam, viram, na pequena gruta encaixada nesse penedo, a imagem de Nossa Senhora da Esperança. Aos gritos de euforia pelo inesperado achado, acorreram as mães, pais e outros familiares da pequenada.

Intrigado com o sucedido, o pároco da freguesia decidiu colocar a imagem da referida santa na capela que ficava defronte do penedo, mas na outra margem do rio.

No dia seguinte, quando o povo se preparava para rezar na capela, constatou com estupefacção que a imagem da santa desaparecera, durante a noite, do lugar em que fora colocada. Para maior espanto verificaram que da gruta do penedo emanava uma luz mágica, branca e cálida.

Decidiram trazer de novo a imagem para a capela. Porém, ela tornou a desaparecer, sem explicação razoável, mudando-se para o penedo.

Depois de muita reflexão colectiva, alguém do povo reparou que a imagem de Nossa Senhora da Esperança havia sido colocada de costas para a gruta onde aparecera pela primeira vez.

Resolveram então fazer uma experiência, colocando Nossa Senhora num pedestal, virado de frente para o penedo. E, realmente, nunca mais a imagem saiu da capela, resolvendo-se o problema.

Desse dia em diante o povo passou a chamar àquele penedo o «Penedo da Alâmpada».

Quando muitos anos depois a capela entrou em ruína, todas as imagens de santos foram mudadas para a Igreja Paroquial. No entanto, o povo, avisado pelo sucedido no passado não muito distante, teve o cuidado de levar a imagem de Nossa Senhora da Esperança, colocando-a de frente para o penedo.

Ainda hoje se encontra nessa posição.

(*) Historiador e investigador

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com