Coimbra  29 de Janeiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

Figuras de outros tempos: António Ananias

6 de Dezembro 2019

Em meados do século XIX apareceu, em Coimbra, um homem que se intitulava bispo, ou sacerdote grego e que dizia chamar-se António Ananias. Fazia-se acompanhar de um serviçal e pretendia receber esmolas para os cristãos da Síria, entrando em todas as casas onde solicitava a especial caridade.

Conseguiu, a dada altura, licença para celebrar missa na Sé. Apesar da diferença de rito, era sempre numeroso o concurso dos fiéis, a maioria curiosos de assistir às estranhas cerimónias que praticava.

Especialmente agradável à assembleia era receber das mãos de Ananias os pedacinhos de pão consagrado, que no fim das missas distribuía e que pelas beatas era engolido com imensa satisfação.

Em troca das partículas de pão recebia grossa quantia, chovendo moedas na bacia posta para o peditório, ao mesmo tempo que muitos se sentiam honrados por lhe beijarem o anel.

Descobriu-se certo dia que Ananias era um vil embusteiro ou até um miserável assassino que havia roubado a identidade do nome e a posição social do verdadeiro. Fugido de Coimbra a toda a pressa diz-se que acabou enforcado numa terra dos Estados Unidos da América.

(*) Historiador e investigador

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com