Coimbra  13 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Horácio Santos

Ex.ma Sr.ª Ministra da Saúde

27 de Novembro 2020

Presidente da CPS do PSD de Miranda do Corvo

 

A pandemia da covid-19 está a afectar fortemente todo o mundo.

O nosso país não é excepção e o concelho de Miranda do Corvo está a ser, também, muito afectado por este vírus.

Os agentes de saúde pública, nomeadamente os delegados de saúde, são elos fundamentais no esforço conjunto de combate a esta doença. Actualmente, o concelho de Miranda do Corvo não tem representante da autoridade de saúde, ou seja, não tem delegado de saúde.

Consideramos que uma eficaz comunicação e um acompanhamento próximo dos doentes são essenciais para manter a população informada e consciente dos riscos.

Infelizmente, em Miranda do Corvo, a progressão da pandemia não está a ser devidamente acompanhada, fruto da passagem à reforma do delegado de saúde.

Não cremos que este importante facto tenha sido uma surpresa para a hierarquia da autoridade de saúde.

Parece-nos evidente que a substituição do delegado de saúde não foi devidamente acautelada, com grande prejuízo para a população.

Sabemos, por exemplo, da existência de casos positivos que não foram contactados após vários dias de isolamento.

Saudamos a dedicação e disponibilidade dos delegados de saúde dos concelhos vizinhos que se têm ocupado do nosso concelho mas, é mais do que evidente a urgência na nomeação de um delegado de saúde para Miranda do Corvo.

É também evidente a necessidade de investimento em recursos humanos no centro de saúde para que possa dar uma resposta eficaz à população.

Assim, solicitamos que, de forma célere, mande desenvolver os procedimentos para que a muito curto prazo seja nomeado delegado de saúde no nosso concelho e sejam supridas as faltas de recursos humanos no centro de saúde e extensão de saúde de Semide.