Coimbra  16 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Rui Avelar

Espacial… de corrida

7 de Dezembro 2016

Portugal está a preparar a criação de uma agência espacial. Não se trata de uma patranha, própria de “Dia das Mentiras”, pois a revelação acaba de ser feita pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

“Estamos a preparar, com empresas, naturalmente, a criação de uma agência espacial”, disse Manuel Heitor, sem adiantar pormenores.

Se dúvidas houver quanto ao novo desígnio nacional, o governante adverte: “Para nos lançarmos para uma maior e mais profunda actividade [na área do espaço], temos de começar a ir para os grupos de países possuidores de uma agência espacial, com profissionais”.

Segundo Manuel Heitor, que falava à agência noticiosa Lusa na véspera do Conselho Ministerial da Agência Espacial Europeia, a “evolução no esquema de governança da actividade espacial, em Portugal, vai ser um dos principais desafios em 2017”.

Menos assertivo, o presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), Paulo Ferrão, disse que irá ser estudada “a viabilidade da criação de uma agência espacial” em Portugal.

A concretização do que Ferrão indicou ser ainda uma ideia está dependente, segundo ele, de “vários acontecimentos”, como a criação, nos Açores, do Centro de Investigação Internacional do Atlântico.

A avaliar pelo registo, prudente, de Paulo Ferrão, e pelo tom, eufórico, de Manuel Heitor, Portugal tem, seguramente, um ministro espacial. Mas havendo tanto para fazer antes da criação da sobredita agência, na primeira remodelação do XXI Governo, o ministro deve passar à História como espacial… de corrida, cabendo a António Costa meter-lhe patins.