Coimbra  31 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Lino Vinhal

Editorial – “Vamos, ao pé coxinho se necessário”

23 de Abril 2020

Não estávamos nada preparados para assinalar o 20.º aniversário do “Campeão das Províncias” em Coimbra nas condições actuais. As circunstâncias até finais de Fevereiro justificavam até um entusiasmo moderado que esta situação pandémica não permitiu que acontecesse.

É, pois, nessa condição de fragilidade que evocamos este aniversário, quanto mais não seja para deixar aqui uma sentida, sincera e devida palavra de gratidão a todos aqueles – leitores, anunciantes, colaboradores, amigos e amantes de liberdade de imprensa – que nestes 20 anos nos deram a mão, o apoio, estímulo e motivação para um desempenho que, não isento de erros naturalmente, apesar disso nos orgulha e honra Uma segunda palavra – breve até porque sofrida – para partilhar com o nosso universo de leitores as inquietações que nos vão na alma.

Não sabemos, não sabe ninguém, o dia de amanhã. A natureza às vezes é cáustica a corrigir os desmandos da humanidade e tem a mão pesada. E quando isso acontece o homem parece uma barata tonta a procurar soluções que não preparou nem anteviu atempadamente. Mas uma coisa queremos aqui deixar expressa.

O “Campeão das Províncias”, na sua origem, vem de meados do século XIX, sofrendo pelo caminho uma ou outra vicissitude que lhe interromperam a passada. Se por mera hipótese – e doutra coisa se não cuida aqui – tal voltar a acontecer, agora ou logo mais, lá mais adiante alguém retomará um projecto editorial que tem dentro de si força e coragem suficientes para nunca se despedir em definitivo.

O “Campeão das Províncias”, até pela têmpera do seu criador José Estevão, tem sempre um amanhã. Nunca eventuais pausas, ontem como hoje ou amanhã, irão além de um “até já” que, estamos confiantes, não acontecerá por agora ou logo. Tudo faremos para que isso nunca aconteça. Anima-nos o presunçoso auto-convencimento de que a liberdade, a ética, a moral, a crítica, o estímulo e o aplauso se dão bem connosco.

Obrigado por estes felizes 20 anos. Vamos aos próximos!