Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Américo Baptista dos Santos

Dia do Antigo Estudante de Coimbra: Ponto de vista para uma proposta de unidade

15 de Abril 2021

Independentemente das várias Associações de Antigos Estudantes de Coimbra terem o seu dia, era muito importante que houvesse um dia do Antigo do Estudante de Coimbra, que fosse Universal.

Que dia? O que nos diz a história?

Em 1 de Março de 2020 a AAEC, em Lisboa deu conta ao magnífico Reitor, ao vice-reitor Calvão da Silva e ao presidente da Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra do seu propósito de comemorar, em parceria, o centenário da TOMADA da BASTILHA, propósito esse que mereceu pleno acordo.

Não fora o covid e isso teria sido uma realidade.

Na revista Capa e Batina n.º 55, dedicada ao centenário da Tomada da Bastilha, o vice-reitor para As Relações Externas e Alumni da UC escrevia:

“Na história da Academia de Coimbra, a noite de 25 de Novembro de 1920 é marcante: os estudantes da Universidade de Coimbra mobilizaram-se no silêncio da noite para conquistarem uma sede para a Associação Académica de Coimbra, uma vez que não dispunham de um espaço próprio para realizarem as suas actividades.

Desde então, a “Tomada da Bastilha” é celebrada num cortejo solene co-organizado pela Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra e pela Universidade de Coimbra; no fundo, trata-se de homenagear e perpetuar o inconformismo, a vontade de transformar (para melhor) o mundo e a coragem dos estudantes da Universidade de Coimbra.”

Esta publicação mereceu uma menção de Luís Marques Mendes, no seu comentário semanal, no jornal da noite da SIC. Recordamos que LMM foi Antigo Estudante de Coimbra, o que foi por si evidenciado, tanto nessa ocasião como aquando da cessação de funções de Manuel da Costa Andrade, como Presidente do Tribunal Constitucional.

Na próxima, daremos vez ao autor dos Lysìadas e contamos dá-la a todos os que queiram fazer da sua voz um contributo válido para a construção de uma proposta unitária.

Caramba! Em Coimbra, ao menos uma vez!

(*) Ex-Presidente da AAEC em Coimbra