Coimbra  27 de Janeiro de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Américo Baptista dos Santos

Dia do Antigo Estudante de Coimbra: Ponto de vista para proposta de unidade (XXVIII)

14 de Janeiro 2022

Última Bastilha. Para um antigo estudante de Coimbra, sem grilhão, torna-se um pouco enigmático ser tão difícil atingir uma meta, por parte de uma universalidade de indivíduos que tem um objetivo comum: eleger um facto que reúna assentimento geral para celebrar o dia do antigo estudante. Independentemente do aniversário (ou dia) de cada uma das muitas associações. Sem arranjismos.

Desde 25 de Junho de 2020 que temos dedicado tempo a receber contributos que, se fosse um processo electivo, seriam votos. O último dos quais relativo à conquista da 1ª Taça de Portugal, em 1939; como já anteriormente o 17 de Abril.

Todos têm a sua legitimidade. Onde não há autenticidade é na atribuição ao presidente, em exercício em 2018, da legitimação de qualquer fraude histórica, relativamente à hierarquia dos acontecimentos ligados aos movimentos dos então estudantes e posteriores antigos estudantes.

Todos somos testemunhas do quanto tem lutado para clarificar. E não lhe é nova essa luta. Desde sempre se esforçou por um movimento associativo à escala do planeta, que desse aos antigos estudantes de Coimbra uma razão unificadora. O último ensaio que não chegou à representação foi no dia 16 de dezembro de 2021. Para as Conferências de Ocaso da ACM sob o lema “Vamos Falar de Associativismo” elaborou uma proposta para ser subscrita por quem o entendesse.

Do seu conteúdo transcrevemos: “Os antigos estudantes de Coimbra abaixo-assinados vêm propor a criação da DG/AAE, à imagem da DG/AAC, com as necessárias adaptações. Desta proposta (…) se vai dar conhecimento à UC, às AAECs, à DG/AAC e ao Conselho de Veteranos (…)”.

Entendendo-se que só é possível sair deste impasse com espírito criativo, talvez a melhor forma seja uma entidade que supere qualquer fulanismo perturbador.

Todo o pensamento é livre. Até o imbecil. Tem, pelo menos, o mérito da comparação.

(*) Ex-Presidente da AAEC