Coimbra  18 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Américo Baptista dos Santos

Dia do Antigo Estudante de Coimbra: Ponto de vista para proposta de unidade (35)

22 de Abril 2022

Depois das nossas passagens pelas guerras. Era inevitável. Não podemos perder o fio à meada, voltando às propostas para a celebração do nosso dia. Outra recai no dia 1 de Março de 1290. Não sendo uma primeira nomeação, confesso que não me senti fascinado por ela. Só conto um voto mas o meu fascínio continua na Tomada da Bastilha. Atenção que fascínio não é o mesmo que voto. Estava no monte e seria difícil cometer a injustiça de omitir. Então de onde me vinha essa menor simpatia. Bom. Pensava eu que não podia, nessa data, haver antigos estudantes de Coimbra. Por outro lado, sendo já o dia da UC, estava mais que repleto de conteúdo celebrativo. De uma primeira pude escapar, de uma segunda nem pensar, pese embora a demora poder levar a essa ideia.

Uma nomeação não significa atribuição. Também a estatueta dourada nem sempre é atribuída a quem tem mais nomeações, pelas bandas da outra academia – Hollywood. A verdade é que, mesmo assim, fica muito longe de outras nomeações. É certo que o facto da entrega do prémio da Universidade de Coimbra ser feito nesse dia, trás à colação figuras muito ilustres, de cujo acervo fazem parte antigos estudantes. Embarcar por aí, era dar azo à formação de um autêntico poço sem fundo, de onde não sairíamos a tempo de fazer a votação na data do Grande Congresso dos Antigos Estudantes de Coimbra. Teríamos também um problema de bairrismo “facultático”. Cada uma das oito faculdades (Letras, Direito, Medicina, Ciências e Tecnologia, Farmácia, Economia, Psicologia e Ciências da Educação e Ciências do Desporto e Educação Física) poderia vir reivindicar o seu direito a eleger o dia da sua fundação. Não seria coisa pouca o problema da escolha.

As Artes, o Direito e a Medicina vinham, de imediato, indicar a sua primazia. Com alguma razão histórica mas perda absoluta para a nomeação de hoje. De facto, tendo o Rei D.Dinis assinado o “Scientiae Thesaurus Mirabilis” no dia 1 de Março, com essas três faculdades, elas tinham de ceder a parte pelo todo. Aí ganharia a nomeação de hoje. Outro perigo vinha do lado dos purpurados. Aí o que conta é a confirmação do Papa Nicolau IV, pela bula “De Statu Regni Portugaliae” e nesse caso seria o dia 9 de Agosto de 1290. Todos estes marcos, no nosso entender, serviriam apenas para dar boa lógica ao 1.º de Março de 1290. Veremos.

Uma nota final sobre o retomar da actividade da Associação dos Antigos Estudantes de Coimbra, iniciada no dia 26 do passado mês de Fevereiro após um almoço de confraternização, seguido de uma visita guiada à exposição “Judeus de Coimbra – da tolerância à perseguição – memória e materialidade” que está instalada no Pátio da Inquisição, um edifício com mais de 470 anos de história, onde funcionou o tribunal do Santo Oficio até à sua extinção, em 1821. A visita foi superiormente orientada pela curadora da exposição, Dr.ª Berta Duarte, que tem o dom de enriquecer as suas orientações pelo saber e profundo conhecimento, resultantes do seu trabalho nos projectos que nos apresenta. Estamos habituados mas nunca é demais enaltecer o mérito. Também por isso, subscrevemos a mensagem deixada pelo Professor Doutor José Maria Amado Mendes. Mais que justa.

Cara Dr.ª Berta “obrigue” as instituições a continuarem o trabalho de recuperação daquele património e toca a desentulhar aqueles dois metros.

(*) Ex-Presidente da AAEC