Coimbra  16 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

João Pinho

D. Ernesto Sena de Oliveira – Notícia biográfica

17 de Março 2017

18 - D. Ernesto Sena de Oliveira, 60º Bispo de Coimbra (D.R.)

D. Ernesto Sena de Oliveira, nascido no Funchal a 30/04/1892, foi o 60.º Bispo de Coimbra (1948 a 1967). Vindo de Lamego, entra na Diocese de Coimbra a 13 de Março de 1949 sendo recebido em sessão solene e acto de boas vindas, no Salão Nobre da Câmara Municipal.

Cedo se destacaria pela acção em prol dos interesses da Igreja, de Coimbra e da Região, não sendo de estranhar que logo no 3.º aniversário da sua nomeação, a municipalidade se associasse à homenagem que a cidade lhe prestou.

Recordemos algumas das suas causas que deixaram marcas no edificado da cidade e região:

– Continuou a remodelação dos três edifícios do Seminário, quartos, soalhos, corredores, mobiliário e aformoseamento do átrio norte. Em 1958 celebrou-se o segundo centenário do Seminário e foi inaugurado um busto do fundador D. Miguel da Anunciação;

– Em 1957, a Câmara e a Diocese firmam acordo pelo qual o município cedeu a área de 4 033 metros quadrados de terreno, então ocupado pelo Matadouro Municipal, nos Montes Claros, onde se veio a construir o templo católico hoje existente dedicado a Nossa Senhora de Lourdes – que deriva duma antiga capela sob a mesma invocação, mas que foi demolida nos anos 60;

– Construiu de raiz o novo Paço Episcopal, na rua do Brasil, para onde se mudou em 1961;

– Em 1962 fez construir o Colégio São Teotónio e adquiriu para a Diocese a Casa e Quinta de S. António em Penacova.

Foi um impulsionador da Acção Católica e, em Novembro de 1962, o Papa João XXIII nomeou-o membro da Comissão dos Seminários. Foi um dos fundadores da Fundação Bissaya-Barreto em 1958, pela forte ligação de amizade que o ligava ao patrono daquela instituição.

Resignou a 12/08/1967, tendo falecido a 15/10/1972. Em sua memória foi criado um instituto com o seu nome, iniciativa do insigne biológo e antropólogo Cónego Póvoa dos Reis para a formação da Juventude. Localiza-se na freguesia do Eirol (Aveiro) e é propriedade da diocese de Coimbra, a cujo clero Póvoa dos Reis pertencia e que este deixou em testamento. Neste momento, a administração está entregue ao grupo nacional de “Convívios Fraternos”.

Demorou muito tempo para que a cidade homenageasse D. Ernesto Sena de Oliveira. Veio a consagrá-lo na toponímia, seguindo a tradição discutível de perpetuar as nossas gentes depois do seu desaparecimento físico. De facto, na reunião de 14/04/2005 (33 anos após o falecimento) a Comissão de Toponímia aprovou o seu nome, por unanimidade, para uma rua na Freguesia de Santo António dos Olivais.

(*) Historiador e investigador

18 - Complexo da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes (D.R.)

Complexo da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes (DR)

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com