Coimbra  28 de Janeiro de 2023 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Octávio Ferreira

Corrupção, não obrigado!

13 de Janeiro 2023

A luta contra a CORRUPÇÃO, o esforço para que a JUSTIÇA não seja só um pilar da democracia, mas que, acima de tudo, seja sentida e efectiva no seio da nossa sociedade.

Condeixa-a-Nova é um dos 9 bastiões do Partido Socialista desde 1974, no entanto, o Grupo de Trabalho de Condeixa-a-Nova do Partido CHEGA tem o dever e o rigor de escrutinar tudo o que seja, não democrático, e que coloque em causa a livre democracia e sobretudo a justiça no nosso concelho.

Assim, a nossa posição e dever como partido político é questionar o rolo compressor do Partido Socialista, que diariamente atropela a Ética Republicana e a MORALIDADE da nossa sociedade.

A condenação judicial de 4 anos de cadeia (pena suspensa) do presidente do Município de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita, não dignifica o cargo que exerce e ocupa desde 2013. Supostamente defensor dos valores da Justiça, da Liberdade e da Igualdade, e sobretudo defensor da causa pública (vide perfil municipal), pergunta-se onde ficaram estes valores, ou será que apenas servem para iludir o que não se pode esconder?

Acham que este é o rumo para o nosso País e para o Concelho de Condeixa-a-Nova? Querem normalizar a corrupção activa e passiva?

Connosco não passarão, não vão conseguir, não o iremos permitir. Nós, no Partido Chega não vamos deixar passar incólume esta situação.

Assumimos desde a primeira hora um combate pela dignidade da instituição do Município de Condeixa-a-Nova e pela idoneidade necessária para quem ocupa o lugar de Presidente do Município.

“Num verdadeiro sentido de responsabilidade e de respeito político manifestamos, obviamente, o nosso desagrado pela situação, que não dignifica o nosso concelho. Hoje Condeixa é falado e conotado por maus valores cívicos e até mencionado internacionalmente sobre esta situação, como o caso de notícias no Brasil. A ética e o saber estar na vida pública não são valores negociáveis.

A dignidade e respeito pelos bens públicos serão sempre valores invioláveis pelo nosso partido.”

(*) Coordenador do Partido Chega de Condeixa-a-Nova