Coimbra  18 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Paulo Cardantas

Coimbra foi uma lição

26 de Maio 2023

1. A cidade preparou-se, e bem, para acolher um megaevento, sob condições dificílimas: fortes constrangimentos pelas obras nas imediações do Estádio a que se somaram outros eventos de multidões a decorrer em simultâneo – Rali de Portugal e Queima das Fitas.

2. Por muito que a atenção mediática se centre no que se passou dentro do Estádio, o trabalho fora dele revelou uma perfeita articulação entre as várias entidades envolvidas – serviços municipais e forças de segurança e socorro.

3. A performance dos Coldplay nos 4 concertos confirmou o que deles se esperava: uma perfeita combinação entre espectáculo cénico e componente musical.

4. Sustentabilidade e inclusão: a banda britânica, com milhões e milhões de seguidores, assumiu a responsabilidade social de corpo e alma. Momentos como o que deu protagonismo à banda 5.ª Punkada são únicos e difíceis de esquecer.

5. Durante 5 dias, Coimbra teve uma projeção mediática única e, quiçá, irrepetível.

6. Durante 5 dias, a hotelaria da cidade e da região atingiu números únicos e, quiçá, irrepetíveis.

7. Durante 5 dias, a economia local registou valores únicos e, quiçá, irrepetíveis.

8. Durante 5 dias, viu-se por estas bandas o que é turismo a sério – bastou circular pelas principais ruas da Baixa.

9. Os profetas da desgraça vão ter que hibernar por uns tempos.

10. E agora? O futuro dirá se os Coldplay em Coimbra foi um fenómeno caído do céu ou a ignição para uma efectiva afirmação da cidade no plano nacional e internacional.