Coimbra  25 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

António Figueiredo

CARDIOLOGIA “B” do CHUC

15 de Junho 2018

Durante o nosso trajecto existencial, deparam-se situações cujas circunstâncias são condenáveis pela contundência da minha crítica depreciativa; outras subsistem, que são carentes de enaltecimentos merecidos, aos quais, por uma questão de coerência para comigo próprio, não me faço rogado.

Trovoando e ventando para o lado mau, ou deslocando a pena ao dócil sabor e suavidade da brisa do bom senso, para o lado bom, eis-me pronto para o que der e vier. Neste caso, para o lado bom.
É evidente que não é meu propósito tecer quaisquer comparações ou depreciar outros sectores análogos pertencentes ao mesmo organismo público, que é o CHUC – Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra. Porém, sinto-me no dever de infundir meia dúzia de vocábulos de consideração, encaminhados à enfermaria de cardiologia, mais propriamente à Unidade de Cuidados Intensivos (UCIC), porque os elementos humanos que lá labutam, são providos de um civismo e de uma amabilidade fora do comum – virtudes actualmente em desuso – que constituem um lenitivo para aqueles que por ali passam, nervosos e pensativos, taciturnos e de vitalidade esgotada, à procura da
certeza de mais uns anitos de vida com qualidade. Por ser este o segmento hospitalar que, não sei se infeliz ou felizmente, melhor conheço, penso que lhes devo esta atenção, e por muito que possa dizer, as palavras serão sempre escassas para lhes demonstrar a minha mais profunda gratidão pela maneira cívica como me têm tratado, cujas qualidades, pelo que me tem sido dado observar, também são aplicadas aos outros enfermos.
É nesta enfermaria que, com acentuada tenacidade, cada um à sua maneira e segundo os seus conhecimentos, todos se juntam com altruísmo, e até algum sacrifício, aplicando o máximo do seu empenho e saber, para normalizar a nossa estabilidade emocional e para que os nossos corações continuem a palpitar por mais algum tempo, até que a Natureza resolva impôr a sua fatídica implacabilidade.
Aos elementos dessa unidade hospitalar, a minha mais franca gratidão.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com