Coimbra  20 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Luís Santos

Ângulo Inverso: Uma temida saudável coincidência

25 de Julho 2019

medicos

Coimbra deseja, há muito, afirmar-se como “Cidade da Saúde” e tem argumentos para isso, apesar de muitos fazerem tudo para que isso não aconteça, faltando congregar vontades e construir-se uma estratégia palpável.

A nível político assinale-se a escolha do PS para cabeça-de-lista de candidatos a deputados por Coimbra (distrito e círculo eleitoral): Marta Temido, actual ministra da Saúde. António Costa tomou a decisão e os socialistas aceitaram, sem “espinhas”.

A Saúde tem estado na ordem do dia e vai ser, por certo, um dos principais assuntos da campanha eleitoral. Alias, o secretário-geral do PS e primeiro-ministro colocou a fasquia bem alto, ao afirmar: “A Saúde será ‘a joia da coroa’ do novo Governo na próxima legislatura, considerando que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) é um desafio e, quando há um problema, o que um governante deve fazer não é fugir em pânico com o problema, mas olhar para o problema com frieza, analisá-lo nas suas causas e responder”.

Marta Temido já partiu ao ataque e declarou que “marca de água” das políticas do PS em relação a “outras forças de esquerda” é apresentar “medidas concretas” e não se bastar “com a retórica”. A ministra e candidata a deputada lembra o fundador do PS e ‘pai’ do Serviço Nacional de Saúde, António Arnaut, para evocar os seus valores de “equidade e igualdade de oportunidades”.

E numa recente visita à Sertã ainda “incendiou” mais: “Os portugueses não me perdoavam se perdesse tempo em discussões, mais ou menos inúteis, relativamente a quem é que tem o ego maior. Estou cá para trabalhar”. Vamos ver…

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com