Coimbra  27 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Luís Santos

Ângulo Inverso: Um país fechado em casa

13 de Março 2020

Coronavirus

O Presidente da República, conhecido hipocondríaco, fechou-se em casa, durante 15 dias, perante a possibilidade de ser portador do novo coronavírus, e diz que este seu “isolamento” deve ser entendido “como um exemplo”.

“Eu penso que é um exemplo, porque o que se tem verificado é que as autoridades pedem o isolamento e as pessoas continuam a fazer a sua vida, ir às compras, passear”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa, defendendo que, “por muito desagradável e incomodativo que possa ser, o isolamento é para cumprir”.

Para que não se ficasse a pensar que o Chefe de Estado era um “medricas”, aquele esclareceu que se fechou em casa “não tanto por ele, mas porque poderia estar involuntariamente a ser portador”, depois de ter estado no Palácio de Belém com uma turma de uma escola de Felgueiras, que foi encerrada devido ao internamento de um aluno.

Contudo, apesar de não ter “febre”, o Presidente da República resolveu baixar a “temperatura” política. Marcelo Rebelo de Sousa, na conferência “Portugal? e agora?”, promovida pelo jornal Público, avisou que o início de legislatura não pode ter sabor de fim.

“Não se julgue que alguém de meridiano bom senso possa recorrer, num intervalo de tempo em que isso será possível, ao voto popular antecipado a pretexto de indefinições estratégicas decorrentes de imprevisibilidade política num país que acabou de sair de eleições, que gere uma situação de âmbito global na saúde pública e tem uma presidência europeia pela frente já no primeiro semestre do ano que vem” – proclamou.

Então qual é o caminho? Marcelo Rebelo de Sousa respondeu: “Baixar a temperatura do ambiente vivido, resistir à tentação sistemática, venha de onde vier, poderes ou oposições, do aceno a crises políticas apelando a dissoluções, definir rumos minimamente estáveis e agir no quadro parlamentar que os portugueses escolheram”.

Nota: Texto escrito antes do Governo ter decidido um conjunto de medidas devido à pandemia Covid-19.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com