Coimbra  27 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Luís Santos

Ângulo Inverso: Quem dá cobertura a isto?

13 de Novembro 2020

 

Tendas Praça República

A Praça da República é tradicionalmente conhecida, em Coimbra, como local de encontro, ao longo de gerações, quer através de intensas conversas calcorreando o espaço central, quer de tertúlias nos cafés das redondezas. Ao longo de tempos mais recentes tornou-se o local em que centenas de jovens estudantes se juntam e ocupam ali a noite, quer nos bares, quer na rua, bebendo com fartura.

Com a maldita chegada da pandemia do novo coronavírus o convívio social foi afectado, devido ao confinamento, ou à redução do número de pessoas que se podem reunir. As excepções parecem ser as esplanadas nomeadamente a da Praça da República.

Apesar da limitação de horários e consumos, a vereadora da Cultura da Câmara de Coimbra parece ter tido piedade dos jovens que se juntam na Praça, com o tempo frio e chuvoso, e vai aí autorizou que o Município gastasse umas dezenas de milhar de euros em tendas. A isto vai juntar-se um reforço da iluminação de Natal também naquele espaço.

Tudo parecia estar bem, até a justificação por parte do Município de que deseja promover o “convívio em segurança”, mas várias questões se levantam.

Uma primeira questão foi abordada pelo vereador Paulo Leitão (PSD): «Se até poderíamos saudar o atípico dinamismo da maioria socialista, mais uma vez fica patente a falta de critério e estratégia, por não garantir um tratamento de igualdade para todos os estabelecimentos de bebidas e restauração. Está o Sr. Presidente preparado para adoptar a mesma medida para todos os estabelecimentos que o solicitem?».

Uma segunda questão, também aflorada pelo autarca social-democrata, foi mais vincada por um grupo de pais do Centro Escolar Quinta das Flores, que é frequentado por 235 alunos. Sob o mote de “0Euro p/crianças 55 mil p/esplanadas”, mostraram-se revoltado com a falta de condições do espaço, sobretudo com a inexistência de coberturas no exterior para as crianças brincarem, quando a Praça da República tem já as coberturas instaladas.

Está mesmo montada a tenda!