Coimbra  25 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Mário Jesus

Ainda há vestígios, em Coimbra: O Hospital de S. Lázaro

31 de Janeiro 2020

Hospital dos Lázaros

Em Coimbra, no Séc XIII, foi criado o Hospital de S. Lázaro. Este hospital foi edificado fora de portas.

A construção foi feita num terreno, entre a actual Rua Figueira da Foz e a Avenida Fernão Magalhães. Se descermos a Azinhaga dos Lázaros, que fica a meio da Rua Figueira da Foz, chegaremos ao local onde existiu esta Gafaria. Por lá é possível ver algumas ruínas, e muita vegetação que cobre qualquer indício da existência do Hospital.

Ainda não há muito tempo, era possível ver o Pórtico da Igreja que, lá existiu.

Na zona existia uma Ínsua, que atravessava a agora Avenida Fernão Magalhães, e que os leprosos utilizavam para aí cultivarem produtos hortícolas para, sua utilização.

Os doentes não podiam sair das instalações, sobre pena de serem castigados. Além dos leprosos internados, havia os leprosos errantes que, sempre que se aproximam de uma população eram corridos. Esta doença tem a incubação de três anos. Afecta maioritariamente a pele e os nervos. Nos dias de hoje é curável. O nome desta doença é Hanseníase. Ainda não se encontra erradicada no Mundo.

Para se poder entrar no Hospital de leprosos era obrigatório pagar um dote, o que tornava estes serviços só ao alcance de alguns.

As Gafarias eram sempre erguidas fora das localidades, o que só por si já tornava a vida dos doentes num Inferno. Sem acesso ao exterior tudo era bem mais complicado.

Pena que estas memórias não tenham sido preservadas.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com