Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Volt Portugal concorre às Legislativas no círculo de Coimbra

26 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Volt Portugal concorre às Legislativas no círculo de Coimbra

O partido político Volt Portugal vai participar nas Eleições Legislativas de 10 de Março no distrito de Coimbra, tendo já formalizado a entrega da lista com 14 candidatos no Tribunal da Comarca.

Sob o lema “Paixão Pelo Bom Senso”, a lista do Volt no distrito é encabeçada pelo economista Carlos Leite, com a empresária Helena Henriques como mandatária. Os 14 candidatos residem, trabalham ou têm actividades nos diferentes concelhos do distrito.

“O Volt é um partido Pan-Europeu, sendo possível encontrá-lo em todos os países da Europa, com núcleos em muitas cidades europeias. A visão de uma Europa mais unida, com decisões e orientações mais centralizadas, é o modelo que se defende para ultrapassar diversos problemas em Portugal. Esta é a razão de ser deste partido: mudar o modelo e o paradigma das decisões políticas. Para tornar isso possível, os Volters estão em permanente contacto em toda a Europa através de redes digitais de trabalho e diálogo partilhado” – refere esta força partidária.

Acrescenta-se, ainda, que o Volt “é um partido da ciência, partilha de boas práticas e liberdades individuais. Um partido jovem, liberal e progressista”. O lema “Paixão Pelo Bom Senso” é um “apelo à razão de todos os portugueses”. Considera o Volt que “estamos num momento político nacional muito difícil, em que alguém nos quer colocar uns contra os outros, nos quer dividir, nos quer separar. Querem-nos partir, querem enervar, querem guerrear. Ninguém quer dialogar, não querem encontrar soluções que nos unam em vez de dividir. É radicalizar para governar. Não podemos deixar que tal aconteça”.

Para o distrito de Coimbra, o Volt refere que “dará prioridade e esforçar-se-á por trazer as melhores soluções europeias para as questões da mobilidade entre os diferentes concelhos, para a empregabilidade de jovens com habilitações académicas e profissionais, para o reforço e qualidade nas políticas público-privadas que podem ser uma boa solução para o investimento na região e novas soluções de gestão no acesso à saúde, numa região onde a educação e a saúde são clusters importantes, mas não estão ao serviço das populações locais”.

A lista é composta pelos seguintes elementos:

Carlos Leite (Economista – cabeça-de-lista)

Helena Henriques (Gestora e empresária – mandatária)

Tiago Carvalho (Empresário)

Odete Oliveira (Professora)

Pedro Granja Cortez (Téc. Comunicação)

Diana Ferreira (Téc. Qualidade)

Ricardo Neves (Empresário)

Olga Filipova (Tec. Informática)

Rui Sousa (Empresário)

Daniela Andrade (Téc. Turismo)

André Ribeiro (Tradutor)

Helena Beatriz Dias (Professora)

Sara Rosário (Professora)

Vitor Pereira (Reformado e Treinador)