Coimbra  13 de Agosto de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Vila Nova de Poiares fechou 2019 sem dívidas em atraso a fornecedores

12 de Maio 2020 Jornal Campeão: Vila Nova de Poiares fechou 2019 sem dívidas em atraso a fornecedores

A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares não tem dívidas em atraso a fornecedores e reduziu para oito dias o prazo médio de pagamento, segundo o documento da Prestação de Contas de 2019.

O documento foi aprovado por maioria, apenas com o voto contrário da representante do PSD no executivo municipal presidido por João Miguel Henriques.

Durante a prestação de contas, João Miguel Henriques destacou a ausência de dívidas em atraso a fornecedores e a redução do prazo médio de pagamento.

“São muito importantes para as nossas empresas, especialmente nestes momentos de maiores dificuldades”, disse o autarca, acrescentado que o documento demonstra “uma clara normalização do processo de gestão, com resultados estáveis, num enorme respeito pelo rigor e pela transparência com que se utilizam fundos públicos municipais”.

João Miguel Henriques sublinhou ainda a redução da dívida total em mais de seis milhões de euros face ao valor encontrado em 2013, o que representa uma redução ao ritmo de um milhão de euros por ano.

“É um enorme esforço que fazemos na nossa gestão, que demonstra o nosso compromisso com uma gestão equilibrada e de contas sérias”, referiu, acrescentando que a redução do excesso de endividamento atingiu cerca de 10 milhões de euros.

Também a taxa de execução global do executivo em 2019 foi superior a 86 por cento do orçamento.

A prestação de contas de 2019 foi aprovada com a abstenção da vereadora do PSD, Ana Silva, que justificou a sua posição com o facto de se tratar de um documento técnico, que reflecte as opções do Executivo em exercício.