Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Vila Nova de Poiares espera 10 mil pessoas na Feira Medieval e Festival do Petisco

18 de Maio 2023 Jornal Campeão: Vila Nova de Poiares espera 10 mil pessoas na Feira Medieval e Festival do Petisco

O IV Festival do Petisco e a I Feira Medieval nas Terras de Poyares, no concelho de Vila Nova de Poiares, espera juntar mais de 10 mil visitantes de sexta-feira a domingo.

As iniciativas, transformadas num só evento, vão decorrer em recinto vedado no espaço exterior à igreja matriz de Santa Maria da Arrifana, naquele município do distrito de Coimbra.

“Como animação do Festival do Petisco decidimos organizar uma feira medieval, no seguimento da constituição da Académica Cultural Terras de Poiares, que estuda a história do concelho”, explicou o presidente da Junta de Freguesia da Arrifana.

Segundo José Manuel Henriques, a feira medieval vai efectuar recriações históricas da carta de Foral atribuída pela rainha D. Dulce, em 1.195, à Albergaria de Arrifana e Convento de São Miguel, duas freguesias que deram origem ao concelho de Vila Nova de Poiares.

O autarca salientou que o Festival do Petisco foi criado no último mandato – embora tenha sido interrompido nos últimos anos devido à pandemia da covid-19 – com o objectivo de dinamizar as colectividades da freguesia.

O evento conta também com 30 expositores, desde artesanato, venda de frutas, frutos secos, queijos e enchidos, além da animação, recriações históricas e tasquinhas com os petiscos tradicionais.

As recriações medievais vão envolver 33 atores profissionais, mais duas dezenas de elementos da Academia Cultural Terras de Poyares, que é parceira no evento organizado pela Junta de Freguesia de Arrifana.

“Anteriormente, realizámos o Festival do Petisco no pavilhão desportivo, que nos limitava em termos de espaço, mas mesmo assim em dois dias atraímos mais de 2.000 visitantes”, disse José Manuel Henriques, expectante de que a mudança para a rua e com a junção da feira medieval traga “mais de 10 mil pessoas”.

Devido à pesada logística, o presidente da Junta de Freguesia de Arrifana adiantou que a feira medieval vai realizar-se de dois em dois anos, enquanto o Festival do Petisco vai manter a periodicidade anual.