Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Vila Nova de Poiares adopta tecnologia de ponta para apoiar envelhecimento saudável

30 de Janeiro 2024 Jornal Campeão: Vila Nova de Poiares adopta tecnologia de ponta para apoiar envelhecimento saudável

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares, João Miguel Henriques, marcou presença na primeira reunião transnacional no âmbito do Projecto Erasmus+ Sport “European Active Ageing Challenge” (EUAPPTIVE), que teve lugar na cidade asturiana de Gijón.

Este projecto envolve um consórcio europeu composto pelos municípios de Vila Nova de Poiares, Carreño (Espanha) e Odense (Dinamarca), a University of Southern Denmark, a start-up The Sport Innovation Hub, a EUNIK – European Network for Innovation and Knowledge, e a ACES Europe – Associação das Capitais e Cidades Europeias do Desporto.

O objectivo principal deste consórcio é desenvolver uma aplicação (software) que será implementada não só em Vila Nova de Poiares, mas também nos restantes municípios parceiros. A aplicação visa ser uma ferramenta de apoio à promoção de melhorias na saúde, actividade física e estilo de vida saudável dos idosos, abordando também a digitalização, práticas inovadoras e inclusão.

João Miguel Henriques destaca a importância deste projecto no contexto de uma sociedade cada vez mais envelhecida, salientando que “a adopção de políticas que estimulem os seniores a manterem-se activos tem repercussões positivas nos munícipes e no Município”. Sublinhou ainda que isso contribui não apenas para a saúde, mas também para a coesão social, melhorando a qualidade de vida dos idosos e promovendo uma comunidade inclusiva.

O desenvolvimento do software será uma ferramenta crucial, proporcionando mais conhecimento científico para a elaboração de estratégias e boas práticas que promovam o envelhecimento activo. João Miguel Henriques concluiu, afirmando que este projecto “trará benefícios claros para a área da saúde através de investigação e recolha de dados”.

Importante notar que este projecto é financiado a 100% por fundos comunitários, representando um investimento total de 400.000 euros, com a duração prevista de 24 meses.