Coimbra  17 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Universidade de Coimbra requalifica residência de estudantes

25 de Outubro 2018

A Universidade de Coimbra vai investir cerca de 300 000 euros em dois blocos da residência de estudantes João Jacinto, perto do Polo I, na “Alta” histórica da cidade, concluindo a requalificação desta unidade, iniciada em 2016.

O investimento surge na sequência de trabalhos que vêm sendo executados, desde 2016, naquela unidade com 132 camas, envolvendo cerca de 150 000 euros, refere a Universidade de Coimbra (UC).

Os dois blocos da residência que vão ser objecto da intervenção – blocos A e B – são propriedade da Fundação Rangel de Sampaio, que é gerida pela Faculdade de Direito da UC e que por ela estão cedidos aos Serviços de Acção Social da UC (SASUC).

Os trabalhos de renovação das instalações incidirão essencialmente na melhoria das “infraestruturas de cozinhas e casas de banho”, indica a UC, adiantando que deverão ser iniciados nas “próximas semanas” e que terão a duração estimada de três meses e meio.

Os actuais ocupantes dos dois blocos serão transferidos, durante o período de obras, para outras residências.

“Depois das empreitadas de reabilitação das caixilharias exteriores dos quatro blocos desta unidade e de requalificação completa do bloco D, realizadas em 2016 e 2017”, as obras nos “blocos A e B da Residência Universitária João Jacinto vêm dar continuidade ao investimento contínuo dos SASUC no melhoramento da sua rede de alojamento estudantil”, sublinha a UC.

A intervenção prevê, para além, designadamente, da substituição do mobiliário dos quartos (“aproveitando o adquirido por ocasião dos Jogos Europeus Universitários” deste ano, que “já tinha prevista esta mesma utilização”), a duplicação do número de casas de banho por piso, que implicará a diminuição do número de camas de cada bloco (das actuais 19 para 18).

A Residência Universitária João Jacinto (situada na rua homónima) passará, assim, a dispor de um total de 132 camas (até aqui eram 134), com custos mensais entre 75,06 e 138 euros (estudantes bolseiros) e de 115 a 257 euros (estudantes não-bolseiros e/ou de mobilidade, doutoramento ou internacionais).

A rede de residências da Universidade de Coimbra possui actualmente 1 327 camas, distribuídas por 14 unidades, na sua “maioria dispondo de salas comuns, cozinhas equipadas, casas de banho, serviços de lavandaria e Internet”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com