Coimbra  29 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Universidade de Coimbra entre as 500 melhores do mundo

17 de Agosto 2023 Jornal Campeão: Universidade de Coimbra entre as 500 melhores do mundo

UC-@-Ana-Bartolomeu

 

A Universidade de Coimbra (UC) continua a brilhar no cenário global da educação, conquistando um lugar de destaque na edição de 2023 do Academic Ranking of World Universities (ARWU), também conhecido como Ranking de Xangai. A UC celebra mais uma vez a sua inclusão no grupo selectivo das 500 melhores universidades do mundo, subindo várias posições deste ranking,  ocupando uma posição na faixa entre o 401.º e o 500.º lugar.

A UC solidifica a sua posição no prestigiado ranking internacional, demonstrando a sua excelência e relevância entre as instituições de ensino superior de maior renome. Na análise deste ano, conduzida pela Shanghai Ranking Consultancy, foram avaliadas mais de 2.500 instituições académicas em todo o mundo, abrangendo áreas cruciais de ensino e investigação.

O êxito alcançado pela UC em 2023 é notável, destacando-se principalmente pelo progresso nos indicadores relacionados com o número de investigadores altamente citados e o volume de publicações em conceituadas revistas científicas, tais como a Nature e a Science. Além disso, a Universidade registou um notável avanço no indicador de desempenho per capita.

O Ranking de Xangai, um dos mais antigos e respeitados rankings internacionais na área do ensino superior, reforça a reputação e a excelência da Universidade de Coimbra.

Portugal mantém-se com seis Universidades no Top 1000 mundial

O panorama do ensino superior em Portugal também brilha, com cinco instituições nacionais a serem destacadas entre as 500 melhores do mundo no ranking de Xangai deste ano. As universidades de Lisboa, Porto, Aveiro, Minho e Coimbra afirmam-se neste grupo de elite, enquanto a Universidade Nova de Lisboa figura entre as 700 melhores.

A Universidade de Lisboa e a Universidade do Porto são as mais bem classificadas do país, sendo as únicas a integrar o grupo das 300 melhores universidades do mundo. Estas instituições mantêm a sua classificação de destaque obtida em 2022.

A Universidade de Lisboa distingue-se particularmente na área de Engenharia Naval e Oceânica (6.º lugar), bem como em outras disciplinas como Engenharia Civil, Oceanografia, Farmácia e Ciências Farmacêuticas, entre outras. Por sua vez, a Universidade do Porto destaca-se em áreas como Tecnologia e Ciência Alimentar, Veterinária, Engenharia Biomédica, Engenharia Química e Ciências Agrícolas.

Outras universidades portuguesas também mantêm a sua posição no ranking, com a Universidade de Aveiro a manter-se entre as 500 melhores do mundo. A Universidade de Coimbra ascendeu do grupo das 501-600 melhores para o grupo das 401-500 melhores, destacando-se nas áreas de Engenharia Civil, Farmácia e Ciências Farmacêuticas, Sistemas de Transportes e outras.

Estados Unidos continuam no topo

No ranking de Xangai, as universidades dos Estados Unidos continuam a liderar, com a Harvard a ocupar o primeiro lugar há duas décadas consecutivas. As dez primeiras posições são dominadas por instituições anglo-saxónicas, incluindo oito universidades norte-americanas e duas britânicas.

O ranking, considerado um dos mais conceituados a nível mundial, é elaborado desde 2003 pela Shanghai Ranking Consultancy, tendo em conta diversos critérios, como o número de Prémios Nobel entre alunos e professores, o volume de citações em áreas específicas e o número de publicações em revistas científicas de renome.

Com mais de 2.500 universidades avaliadas em todo o mundo, o ranking de Xangai destaca as instituições que estão a fazer avançar o conhecimento e a promover a excelência académica a nível global.