Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Universidade de Coimbra apresenta balão que detecta e monitoriza incêndios rurais

13 de Dezembro 2023 Jornal Campeão: Universidade de Coimbra apresenta balão que detecta e monitoriza incêndios rurais

O Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) apresenta sexta-feira, dia 15, um balão de alta altitude que permite a detecção e monitorização de incêndios rurais,

A demonstração, que decorre a partir das 9h30, no Laboratório de Estudos sobre Incêndios Florestais (LEIF), situado no Aeródromo da Lousã, é o resultado do projecto “Eye in the Sky” é liderado pelo Instituto de Engenharia Mecânica (idMEC) do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, e conta com parceiros como a ADAI e o Instituto de Telecomunicações (IT).

Este projecto de investigação baseia-se na utilização de um balão de alta altitude para detecção e monitorização de incêndios rurais, entre várias outras utilizações que podem ocorrer antes, durante e após um incêndio rural. A operação do balão a grande altitude permite não apenas ter uma visão integrada do perímetro do incêndio e da área ardida, como também possibilita reforçar o sistema de comunicações durante as operações, servindo como uma antena de repetição de sinal”, começa por revelar Miguel Almeida, investigador da ADAI.

Além disso, continua o especialista, “esta solução permite um tempo de operação de várias horas, não interferindo com outros meios aéreos usados na gestão da ocorrência. De uma forma simplificada, a solução ‘Eye in the Sky’ compara-se a um minissatélite dedicado a uma ocorrência ou a uma zona de interesse”, conclui.

No decorrer do evento será feita uma apresentação do projexto e dos seus resultados, seguindo-se uma sessão de demonstração do levantamento do balão e a captação e transmissão de imagens para um posto em terra, terminando com a verificação do reforço do sinal SIRESP – Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal para comunicações.