Coimbra  18 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Uma corça e uma lontra são as novas habitantes do Parque Biológico

7 de Agosto 2017

Uma corça órfã e recém-nascida e uma lontra alentejana são os mais recentes habitantes do Parque Biológico da Serra da Lousã, em Miranda do Corvo.

A pequena corça foi salva do incêndio de Pedrógão Grande e entregue ao cuidado do Parque, que tem tido um cuidado redobrado por se tratar de uma cria recém-nascida. O corço, pertencente ao grupo dos gamos e dos veados é o cervídeo com menor porte, apresentando uma espécie de bigode muito característico.

No Parque Biológico os visitantes podem conhecer os três tipos de cervídeos: corços, veados e gamos, conhecidos pelas crianças como “bambis”.

Já o outro habitante, uma lontra macho que veio do Fluviário de Mora tem-se adaptado bem e anima todos os visitantes do Parque. As lontras são mamíferos que habitam os nossos rios e lagos, alimentando-se de peixe e crustáceos. São animais com um corpo hidrodinâmico, adaptado a viver em habitats terrestres e aquáticos, além de muito curiosos.

“Ambos os animais – corços e lontras – são espécies presentes em território nacional, inserindo-se assim na temática do Parque Biológico de apenas ter nas suas instalações animais que habitam ou habitaram território português”, revela a instituição, adiantando que, além destas novas espécies, também poderão ser observados linces, lobos, ursos, veados, javalis e uma colecção de várias espécies de raças autóctones da agra pastorícia tradicional.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com