Coimbra  24 de Fevereiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

UF de S. Martinho e Ribeira de Frades distingue mérito desportivo

8 de Fevereiro 2020

A União de Freguesias de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades voltou a premiar o mérito desportivo dos seus atletas, dirigentes, treinadores e clubes, na 6.ª Gala do Desporto, que se realizou este sábado.

Foram 40 os premiados nesta edição da iniciativa, cujo principal objectivo é “demonstrar a grande importância e vitalidade desportiva” que existe na União de Freguesias de S. Martinho e Ribeira de Frades, uma das que tem maior número de clubes do concelho. Para além disso, a intenção primordial de “premiar quem merece”, como notou o presidente da UF, Jorge Veloso, no discurso de abertura.

Foram entregues prémios em diversas categorias: “Incentivo”; “Mérito Desportivo”; “Director Desportivo”; “Treinador do Ano”; “Dedicação”; “Dirigente”; “Atleta do Ano”; “Melhor evento desportivo”; “Prémio Carreira”; “Clube Solidário 2019”; “Agradecimento”; “Clube do Ano”; “Memória” e “Reconhecimento”.

Entre estes, destaque para o “Prémio Carreira”, entregue a Joaquim Morais (halterofilismo); o de “Treinador do Ano” para Pedro Ilharco (hoje na equipa dos sub-23 do Sporting Clube de Portugal); o de “Memória” para Fernando Cardoso (rugby) e o de “Reconhecimento” a Carlos Cidade, vice-presidente da Câmara de Coimbra.

Destaque, também, para o “Clube Solidário”, cujo galardão foi entregue ao Esperança Atlético Clube, no âmbito da sua campanha de angariação de bens alimentares “Dê Esperança a quem precisa” e que, em 2019, conseguiu reunir cinco toneladas de alimentos para ajudar as famílias mais carenciadas da União de Freguesias. Uma nova edição desta campanha, num futuro próximo, foi, entretanto, anunciada por Carlos Neves.

No seu discurso, Jorge Veloso saudou todos os premiados e agradeceu a presença das mais diversas entidades, em particular a Câmara Municipal de Coimbra, a Associação de Futebol de Coimbra e a Casa do Juiz, onde decorreu a gala. Além disso, o autarca de S. Martinho e Ribeira de Frades aproveitou a ocasião, e a presença do vice-presidente do Município, Carlos Cidade, para revelar que a UF faz “o que pode, dentro das suas limitações, para ajudar os seus clubes, seja na cedência de transporte ou em melhoramentos pontuais”, mas que é necessário “o apoio da Câmara para continuar a manter a qualidade e levar o nome de Coimbra mais longe”.

“E creio que este seja o momento certo, até pela comemoração dos 90 anos do Vigor da Mocidade, para receber, com muito agrado e alegria, a notícia de um novo sintético”, afirmou Jorge Veloso, desejando que tal aconteça “a breve prazo”.

A encerrar a 6.ª Gala do Desporto, e depois de receber o prémio “Reconhecimento”, Carlos Cidade reconheceu que “o esforço desenvolvido pelos clubes deve ser reconhecido e cabe ao Estado promover as melhores condições possíveis aos mesmos”, por isso, “as autarquias têm também essa responsabilidade”.

“Na Câmara Municipal temos percebido quais as necessidades e preocupações”, notou, dando como exemplo a criação do Regulamento Municipal de Apoio ao Desporto e, também, o Regulamento Municipal de Reabilitação de Infraestruturas Desportivas, que volta a ter, este ano, meio milhão de euros para distribuir pelos clubes que se candidatem.

Respondendo a Jorge Veloso, o vice-presidente do Município salientou que as candidaturas para este regulamento estão abertas até final de Fevereiro, para obras de, no mínimo, 20 000 euros, pelo que espera uma candidatura da parte do Vigor da Mocidade.

“O que aconteceu até hoje irá continuar e os apoios estão garantidos”, frisou, sublinhando ainda que “a União de Freguesias de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades reflecte o que é o concelho de Coimbra, quer a nível desportivo como noutras áreas”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com