Coimbra  14 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

UC ousa mudar a ‘Semana Cultural’ estendendo os eventos ao longo do ano

22 de Julho 2019

Os vice-reitores Alfredo Dias, Cláudia Cavadas e Delfim Leão apresentaram as mudanças na ‘Semana Cultural’ da UC

 

“Ousadia(s)” é o tema escolhido para a ‘Semana Cultural’ da Universidade de Coimbra (UC), que vai decorrer entre 01 e 15 de Março de 2020, mas perpetuando iniciativas ao longo de todo o ano, mudando o paradigma do que vinha sendo realizado até aqui.

“A reorganização que estamos a fazer não é uma crítica ao conceito anterior da ‘Semana Cultural’, que teve muito sucesso e cresceu significativamente”, explicou, hoje, o vice-reitor Delfim Leão, na apresentação na “nova” ‘Semana Cultural’. O responsável afirmou, contudo, que era necessário “reconfigurar o conceito”, propondo uma ‘Semana’ que se aproxime, de facto, desse período temporal.

“Anteriormente, a ‘Semana Cultural’ desenrolava-se por quase dois meses, o que levava o ano cultural a resumir-se a isso, consumindo boa parte dos recursos e comprimindo a oferta nesse tempo”, realçou Delfim Leão.

Assim, e depois de chamar ao debate sobre este novo modelo os agentes culturais da cidade, a Universidade de Coimbra decidiu avançar para a mudança e “ter três ou quatro eventos que as pessoas possam seguir, nos quais se concentrassem os recursos e dando mais visibilidade e impulso a cada um deles, não concentrando as iniciativas em apenas dois meses”, sublinhou.

O vice-reitor explicou que a Semana Cultural se resumirá a 15 dias em Março, a começar precisamente no dia da Universidade, 01, estendendo-se, depois, durante todo o ano em outras iniciativas.

Particularmente, a equipa reitoral destaca dois ciclos: de teatro e artes performativas – intitulado “Mimesis” (entre meados de Maio e meio de Junho); e de música – designado por “Orphika” (entre 06 de Novembro e 08 de Dezembro).

Neste sentido, pretende-se desenvolver estas artes em parceria com grupos da UC, mas também da cidade, seja aproveitando as iniciativas como espaço de reflexão, de entretenimento e, ainda, de formação, uma componente que será muito explorada nesta renovada Semana Cultural, trazendo até Coimbra nome reconhecidos nas várias áreas.

“O objectivo é subir na qualidade da oferta, ter variedade e proporcionar reflexão, investigação e capacidade de formação”, acrescentou Delfim Leão, realçando que “a ideia não é retirar importância ao que existia, mas valorizar-se outras artes, noutras alturas do ano, fazendo crescer esta ‘Semana’ para que seja uma referência”.

Uma vez que a Semana Cultural incluía uma vertente ligada à cultura científica, tal voltará a ter destaque, desta vez com iniciativas distribuídas por todo o ano. A ideia é ter colaborações de várias disciplinas, “alinhados com as áreas estratégicas de investigação e com os ‘Objectivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU’”, que se realizem em vários espaços da cidade e em colaboração com outros agentes, como adiantou a vice-reitora Cláudia Cavadas.

A internacionalização é outro dos objectivos destes eventos científicos, que pretendem trazer investigadores, doutorandos e jovens, juntando equipas multidisciplinares à volta de um tema e ter impacto na investigação da UC”, nota Cláudia Cavadas.

O património da cidade (da UC e não só), que é “vasto e significativo”, como notou o vice-reitor Alfredo Dias, será o palco para todos estes eventos, alguns que poderão acontecer mesmo em “locais inusitados”.

Quanto à escolha do tema da próxima ‘Semana Cultural’ – “Ousadias” -, Delfim Leão explicou que se trata de uma palavra muito ligada à UC, que lhe permitiu “no seu passado ir cumprindo desafios vários para chegar até aqui e, agora, com as forças vivas que tem avançar para o futuro”.

A ‘Semana Cultural’ tem um orçamento específico, que será dividido por ela mesma e pelos dois ciclos, sendo que os eventos de cultura científica têm um financiamento próprio.

O vice-reitor aproveitou, ainda, para informar que a revista “Rua Larga”, passará a ter edições anuais, com publicação a 01 de Março, pretendendo ser “um espaço de reflexão, desafios e ousadias, do que é a UC e que seja um objecto para ser revisitado muitos anos depois”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com