Coimbra  16 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

UC investe mais de 10 milhões para intervenções no Colégio das Artes

23 de Outubro 2019

A Universidade de Coimbra apresenta, amanhã (24), publicamente, o seu plano de intervenção, reabilitação e recuperação no Colégio de Artes com um investimento superior a 10 milhões de euros.

Amílcar Falcão, reitor da Universidade de Coimbra, vai intervir na sessão, que terá início pelas 10h00, na capela dos Colégio das Artes, bem como o director do Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC [que tem sede no edifício], José António Bandeirinha, seguindo-se uma visita guiada pelos espaços a intervencionar.

No âmbito da requalificação do Colégio das Artes está prevista uma intervenção por fases (influenciada pela captação de fundos públicos), numa área de cerca de 9 000 metros quadrados. Após uma primeira intervenção, já iniciada, ao nível das salas de projecto, está programada uma segunda, focada nos aspectos estruturantes do edifício (fachadas, coberturas e galeria).

Em conclusão, está o projecto de restauro da galeria e em curso o de restauro de coberturas e fachadas.

A história do Real Colégio das Artes remonta a 1568, altura em que começou a ser construído, tendo sido inaugurado apenas em 1616.

Chegou a albergar os Hospitais da Universidade de Coimbra, entre 1855 e 1987 (após uma grande reforma de adaptação ao “Hospital Escolar”, coordenada pelo médico e higienista Costa Simões), tendo retomado, em parte, os desígnios escolares para as quais foi construído.

Hoje, e desde 1988, é aí que se encontra instalado o Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Desde 2011 também ali se encontra em funcionamento a mais recente unidade orgânica de ensino e investigação da Universidade de Coimbra, no domínio da arte e das disciplinas com ela conexas – designada, precisamente, de Colégio das Artes.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com