Coimbra  29 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

UC com dez vezes menos turistas em Julho face a 2019

10 de Agosto 2020 Jornal Campeão: UC com dez vezes menos turistas em Julho face a 2019

A Universidade de Coimbra (UC) registou quase dez vezes menos visitantes no percurso turístico em Julho, em relação ao registado no mesmo mês em 2019, devido à pandemia de covid-19.

A UC, que encerrou o percurso turístico entre 10 de Março e 21 de Maio devido à pandemia, contabilizou 5 918 visitantes em Julho, quando no mesmo mês em 2019 tinham sido registados 55 288 turistas, indicou a universidade.

Apesar dessa quebra, a Universidade teve uma “evolução bastante positiva” no número de visitantes entre Junho e Julho, com um crescimento de mais de 300 por cento, passando de 1 842 para 5 918 turistas.

Devido à pandemia e ao longo período em que o percurso turístico esteve encerrado, a UC contou, durante o primeiro semestre deste ano, uma quebra de 81,2 por cento dos visitantes relativamente ao mesmo período de 2019.

Ao todo, no primeiro semestre, a instituição de ensino foi visitada por 40 776 pessoas.

Em Junho e Julho a maioria dos turistas foram de nacionalidade portuguesa (39,96 por cento), seguindo-se a espanhola (14,92 por cento) e a francesa (14,5 por cento), sendo que em anos anteriores a Universidade de Coimbra registava mais turistas estrangeiros do que portugueses.

A título de exemplo, em 2017, o então vice-reitor Luís Menezes referia que os turistas franceses lideravam com cerca de 20 por cento das visitas, seguindo-se os visitantes brasileiros, espanhóis e italianos, aparecendo só depois os portugueses.

No final de Julho, previa-se que a Universidade de Coimbra, na sua projecção orçamental para 2021, previa uma quebra de 50 por cento nas receitas do turismo, face aos valores arrecadados em 2019, devido ao impacto da pandemia.