Coimbra  17 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Turismo no Centro cresce acima da média nacional

15 de Março 2018

O turismo no Centro de Portugal mantém um crescimento superior à média nacional, registando em Janeiro aumentos de 7,84 por cento, nas dormidas, e de 15,44 por cento, nas receitas, em comparação com 2017, segundo o Instituto Nacional de Estatística.

“A actividade turística no Centro de Portugal iniciou o ano de 2018 como tinha terminado 2017: a crescer de forma clara e superior à média nacional”, resumiu, hoje, a Entidade Regional de Turismo do Centro, num primeiro comentário aos dados divulgados pelo INE na sua página oficial.

Os números publicados pelo Instituto Nacional de Estatística, relativos a Janeiro, mostram uma subida significativa da procura turística da região, contrastando com uma ligeira desaceleração da procura global do país.

A nível das receitas (proveitos), em Janeiro de 2018, registou-se um crescimento nos proveitos totais da actividade turística no Centro de Portugal, em comparação com o mesmo mês de 2017: os proveitos subiram 15,44 por cento e ultrapassaram os 12,8 milhões de euros.

O INE indica que, em Janeiro de 2018, o total de dormidas na região Centro cresceu 7,84 por cento, em comparação com Janeiro de 2017.

Na globalidade, Portugal registou uma ligeira desaceleração no crescimento do turismo, uma vez que, no mesmo período, as dormidas aumentaram 5,10 por cento, menos do que entre Janeiro de 2016 e Janeiro de 2017, em que tinham subido 12,71 por centro.

“No Centro de Portugal, o cenário é inverso: os 7,84 por cento de crescimento da região superam os 6,79 por cento de incremento entre Janeiro de 2016 e Janeiro de 2017 – o que são sinais muito promissores para o que será o ano de 2018”, refere a entidade regional, presidida por Pedro Machado.

No total, contabilizaram-se 228 770 dormidas em Janeiro no Centro de Portugal, mais 16 600 do que no mesmo mês do ano anterior, que tinha registado 212 132 dormidas. Em Janeiro de 2016 verificaram-se 198 627 dormidas no conjunto dos 100 municípios abrangidos pela entidade regional.

As dormidas por parte dos visitantes estrangeiros continuam a ser o indicador mais positivo e o principal impulsionador do crescimento turístico no Centro de Portugal, reconhece o Turismo Centro. Entre Janeiro de 2017 e o mesmo mês de 2018, as dormidas de estrangeiros aumentaram 16,46 por cento, para 79 608 (tinham sido 68 354 em Janeiro de 2017).

Comparativamente, o crescimento nas dormidas de estrangeiros a nível nacional foi de 4,30 por cento. Ou seja, destaca a entidade regional, as dormidas de estrangeiros cresceram quatro vezes mais no Centro de Portugal do que na globalidade do país.

A procura do Centro de Portugal pelos visitantes nacionais também continua a crescer, embora de forma menos impressiva. Em Janeiro de 2018 registaram-se na região 149 162 dormidas de visitantes nacionais, mais 3,74 por cento do que em Janeiro de 2017.

A entidade regional destaca que o Centro de Portugal regista, igualmente, “números muito promissores” nos restantes indicadores registados pelo INE. É o caso do total de hóspedes, que entre os dois meses de Janeiro subiu 4,85 por cento, para 150 747, ou na taxa de ocupação, que subiu 1,30 por cento.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com