Coimbra  23 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Turismo de Portugal vem a Coimbra incentivar ideias inovadoras sustentáveis

10 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Turismo de Portugal vem a Coimbra incentivar ideias inovadoras sustentáveis

O programa “Green Up”, uma iniciativa do Turismo de Portugal, em parceria com os Territórios Criativos que pretende apoiar alunos e recém-formados em Turismo a criar projectos que apostem na sustentabilidade e economia ambiental, vai passar pela Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra.

Preparar empreendedores que saibam aproveitar a procura turística e direccioná-la para a sustentabilidade, valorizar os produtos e os serviços endógenos, promover a sustentabilidade dos territórios e a economia circular são os pilares do programa.

O “Green Up” passou por Coimbra esta segunda-feira (09) e vai continuar o “roadshow” por mais 11 escolas de Hotelaria e Turismo para seleccionar 70 empreendedores. Para as equipas que se formarem seguir-se-á um Bootcamp de dois dias em Alvaiázere, no distrito de Leiria, entre 10 e 11 de Dezembro, constituído por dois dias intensivos de mentoria e formação. Depois, até meados de Janeiro de 2021, as equipas serão acompanhadas e apoiadas na construção de 35 projectos de investimento, dos quais será seleccionado um grupo de finalistas. Então, a 07 de Fevereiro, haverá em Coruche a Grande Final em que serão apurados os vencedores.

“As limitações que a covid-19 trouxe têm de ser postas ao serviço da fixação de pessoas nos seus territórios de origem e da aceleração da economia local, criando novas oportunidades no sector do turismo: é exactamente isso que o ‘Green Up’ irá promover e desenvolver”, afirma Luís Matos Martins, CEO dos Territórios Criativos, a empresa de consultadoria e de apoio ao empreendedorismo que organiza o projecto.

“A procura turística só será bem aproveitada por novos empreendedores se os investimentos potenciarem os produtos e os serviços locais, ou seja: se qualificarem a oferta turística adaptando-a à identidade de cada território”, afirmou.

“Isso implica lógicas de economia circular e de sustentabilidade, seguindo os objectivos de desenvolvimento sustentável [ODS] estabelecidos pelas Nações Unidas. Só com essas lógicas se conseguirá qualificar uma oferta turística que seja competitiva e sustentável nos tempos em que vivemos”.

“Numa época em que o turismo foi tão afectado, com os números a revelarem uma descida substancial dos índices de actividade, é imprescindível procurar novas formas de operar. A sustentabilidade é um ponto fulcral para a estratégia do Turismo de Portugal e o ‘Green Up’ pretende encontrar empreendedores com ideias nesta área em particular”, diz Maria Loureiro de Lemos, coordenadora do programa.