Coimbra  18 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Túnel em Coimbra por onde vai passar o ‘metrobus’ acolhe concerto

15 de Junho 2023 Jornal Campeão: Túnel em Coimbra por onde vai passar o ‘metrobus’ acolhe concerto

O Túnel das Carvalhosas, por onde irão passar no futuro os autocarros eléctricos do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), vai acolher um concerto da Orquestra Clássica do Centro, afirmou a Metro Mondego (MM).

O quarteto de cordas da Orquestra Clássica do Centro e a soprano Marina Pacheco vão actuar no sábado, pelas 17h00, no Túnel das Carvalhosas, junto à Estrada da Beira, infra-estrutura que marca “a chegada à cidade de Coimbra dos veículos” do SMM, salientou a organização.

Questionada pela Lusa, a MM explicou que o concerto resulta de um desafio da associação RUAS (Recriar a Universidade, Alta e Sofia), que a Metro Mondego integra, para a realização de uma iniciativa a integrar o evento Sons da Cidade deste ano.

“A iniciativa proposta consiste na realização de um pequeno concerto no Túnel das Carvalhosas, permitindo conhecer a intervenção naquela zona do projecto”, salientou fonte oficial da MM.

O pequeno concerto vai contar com interpretação de serenatas de Coimbra, para além de compositores internacionais, como Maurice Ravel ou Ennio Morricone.

Fonte oficial da MM referiu que a entidade ambiciona “realizar mais iniciativas de cariz cultural noutros locais da infra-estrutura”.

De acordo com a Metro Mondego, o troço suburbano do ‘metrobus’, entre Serpins e a Portagem, na Baixa de Coimbra, deverá estar em funcionamento em Junho de 2024, prevendo-se que o sistema urbano esteja pronto no final desse mesmo ano.

O SMM consiste na implementação de troços de via dedicada (com algumas excepções em Coimbra), onde vão circular autocarros eléctricos que irão operar no antigo ramal ferroviário da Lousã, encerrado em Janeiro de 2010, e na área urbana de Coimbra, ligando esta cidade a Serpins, no concelho da Lousã, com passagem em Miranda do Corvo, numa extensão de 42 quilómetros.