Coimbra  28 de Novembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Trabalhos de repavimentação condicionam trânsito no Monte Formoso

17 de Novembro 2021 Jornal Campeão: Trabalhos de repavimentação condicionam trânsito no Monte Formoso

A Câmara Municipal de Coimbra vai repavimentar as ruas Urbanização Panorama e Cidade de Mindelo, no Monte Formoso, entre amanhã (18) e a próxima segunda-feira (22), o que vai implicar o desvio do trânsito destas vias entre as 08h00 e as 18h00.

De acordo com o Município, os moradores vão poder aceder às ruas pelo lado oposto à zona dos trabalhos sempre que haja condições de segurança, sendo a circulação rodoviária restabelecida ao final de cada dia de trabalho.

Esta obra inclui-se numa empreitada geral de requalificação da rede viária do concelho que se iniciou em Setembro, está dividida em oito lotes e representa um investimento superior a cinco milhões de euros. De referir que o lote um abrange a União de Freguesias (UF) de S. Martinho de Árvore e Lamarosa, as freguesias de S. Silvestre e de São João do Campo e UF de Antuzede e Vil de Matos; o lote dois aw uniões de freguesia de Trouxemil e Torre de Vilela e de Souselas e Botão e a freguesia de Brasfemes; o lote três inclui as uniões de freguesias de Eiras e S. Paulo de Frades e de Coimbra; o lote quatro a freguesia de Santo António dos Olivais; o lote cinco a UF de Taveiro, Ameal e Arzila e UF de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades; o lote seis as uniões de freguesia de Santa Clara e Castelo Viegas e de Assafarge e Antanhol; o lote sete as freguesias de Cernache e de Almalaguês; e o lote oito as freguesias de Torres do Mondego e de Ceira.

De acordo com autarquia conimbricense, “os lotes foram definidos mediante critérios de proximidade geográfica, homogeneidade nas características das plataformas viárias e semelhança entre as áreas de pavimentos existentes no lote e também entre as necessidades já identificadas, que irá representar uma área de pavimentações betuminosas de cerca de 360 mil m2”. Os lotes um, dois e sete foram adjudicados à empresa Civibérica – Obras Civis, e os restantes à Prioridade – Construção de Vias de Comunicação.

Esta operação, cujo objectivo é “requalificar várias vias por todas as freguesias, de forma a aumentar o conforto e a segurança da circulação rodoviária e pedonal”, visa a conservação da rede viária de todo o concelho e inclui, para além da requalificação dos pavimentos betuminosos, a conservação e requalificação de outros elementos que integram a plataforma viária, como pavimentos em calçada, passeios, bermas, valetas, drenagens, taludes, muros de suporte, guardas de segurança e sinalização horizontal.