Coimbra  24 de Fevereiro de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Top 10: Bernardo Silva é o 9.º no ranking da Bola de Ouro 2023

28 de Novembro 2023 Jornal Campeão: Top 10: Bernardo Silva é o 9.º no ranking da Bola de Ouro 2023

Enquanto os holofotes mediáticos da Bola de Ouro apontam ao vencedor, com um pouco de luz espalhada para os dois acompanhantes no pódio, os restantes mais votados ficam obscurecidos. Mas importa salientar o bom resultado de Bernardo Silva na Bola de Ouro 2023.

No meio do aparato de mais uma conquista da Bola de Ouro por Lionel Messi, que ganhou assim mais um argumento na discussão sobre o melhor jogador de todos os tempos, passámos ao lado do resultado conseguido por Bernardo Silva. Aos 29 anos, o português viveu um momento muito alto da carreira, participando no “triplete” do Manchester City, que venceu campeonato, taça e Liga dos Campeões na época passada. O desempenho do jogador na equipa foi destaque nas casas de apostas desportivas e rendeu o 9.º lugar no ranking de votações da Bola de Ouro 2023.

Estatísticas poderosas

De acordo com o Transfermarkt, Bernardo Silva realizou, no momento em que este artigo é redigido, 318 jogos pelo Manchester City, marcando 58 golos e fazendo 61 assistências. Para um médio, a fazer a sua sétima temporada no clube, é obra! Sem dúvida que os prognósticos de apostas no desporto preverão mais golos e assistências por parte de Silva nos próximos tempos.

Não surpreende que o City tenha renovado com o português por mais três épocas, até 2026, com uma cláusula de rescisão de 50 milhões de euros. Indo além dos números, é a sua influência no fluir do jogo dos “citizens” que conta para o treinador.

Guardiola rendido

Guardiola guardou elogios especiais para Bernardo Silva após a vitória contra o rival Manchester United, em jogo disputado no passado dia 29 de outubro, a contar para a Premier League e que o City venceu por 3-0. Dada a agravante de se ter disputado em Old Trafford, foi um resultado particularmente feliz para os “citizens”. As odds de apostas previam uma probabilidade prudente de o City conseguir um resultado tão pesado (a bordejar a goleada) em casa do adversário.

Os golos foram de Haaland (2) e Foden, mas Guardiola destacou o papel do 9.º melhor jogador do mundo da atualidade. De acordo com A Bola, Guardiola revelou que teve medo que Silva fosse contratado por outrem no defeso e que ficou muito feliz pela sua permanência. O treinador catalão sublinhou a “inteligência” e “solidariedade” que Silva revela em campo, juntamente com a sua humildade que, no entender de Guardiola, o ajuda a focar-se no trabalho e nos resultados.

Esta identificação e bom entendimento entre jogador e treinador são um bom augúrio para o futuro; se tivéssemos de fazer apostas preveríamos que, mesmo em momentos de adversidade, Silva e Guardiola saberão trabalhar em conjunto e em prol da equipa, evitando conflitos desnecessários.

Um argumento de peso para os “citizens”

Bernardo Silva é um “argumento” recorrente nos cálculos dos “tipsters” de apostas desportivas e dos aficionados que acompanham o campeonato inglês (e a Liga dos Campeões) e tencionam apostar no Manchester City. Se o médio português estiver em boa forma e for titular, a probabilidade de os “citizens” conseguirem um bom resultado é mais elevada. Tendo em conta a ambição e capacidade de trabalho de Silva e a forma como Guardiola já mostrou contar com ele, é de esperar que a sua influência no plantel se mantenha.

(Foto: Kirill Venediktov)