Coimbra  16 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Técnica de reinserção agredida por jovem em centro educativo de Coimbra faz queixa ao MP

26 de Março 2024 Jornal Campeão: Técnica de reinserção agredida por jovem em centro educativo de Coimbra faz queixa ao MP

Uma técnica de reinserção social foi ontem “violentamente agredida” por um jovem internado no Centro Educativo dos Olivais, em Coimbra, denunciou o sindicato, que adiantou à Lusa que a vítima vai participar criminalmente ao Ministério Público (MP).

A técnica profissional de reinserção social (TPRS) ontem agredida encontra-se ainda numa unidade hospitalar a aguardar exames, depois de ter sido atirada ao chão e agredida com murros na cara, disse à Lusa o presidente do Sindicato dos Técnicos da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (SinDGRSP), Miguel Gonçalves.

Segundo o dirigente sindical, a técnica irá fazer queixa ao MP do jovem que a agrediu, que por já ter 16 anos responderá criminalmente como adulto pelo sucedido.

Miguel Gonçalves sublinhou que a técnica de reinserção se encontrava sozinha a trabalhar e que a falta de profissionais devido à falta de atratividade da carreira é uma das razões que explica um “efetivar de insegurança” nos seis centros educativos do país.

“É com um sentimento de revolta e de tristeza que o SinDGRSP tem, mais uma vez, conhecimento desta falta de autoridade do Estado, consubstanciada em mais uma agressão física a uma colega, quando nem sequer deveria exercer funções apenas uma TPRS, numa unidade de internamento”, defende o sindicato em comunicado divulgado a propósito da agressão de ontem.

A estrutura sindical “relembra à classe política e, em especial, ao novo Governo que a reinserção social não pode continuar a ser um mero chavão que utilizam para ludibriar o povo, quando não se preocupam com os profissionais que exercem estas nobres funções em nome do Estado português”.