Coimbra  16 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Tecelagem de Almalaguês ganha montra na Baixa de Coimbra

6 de Novembro 2023 Jornal Campeão: Tecelagem de Almalaguês ganha montra na Baixa de Coimbra

A Câmara de Coimbra assinou um protocolo com a Herança do Passado para a cedência de instalações à associação para a criação de um espaço, em plena Baixa da cidade, dedicado à Tecelagem de Almalaguês.

No espaço cedido pelo Município, a associação, com sede em Anaguéis, vai divulgar os trabalhos resultantes do saber fazer, maioritariamente feito por mulheres, desta tradição artesanal.

Na cerimónia, realizada esta segunda-feira, estiveram presentes o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, a presidente da Direcção da Herança do Passado, Maria Emília Pereira, e o presidente da Junta de Freguesia de Almalaguês, António Coelho.

A Baixa de Coimbra vai ter espaço dedicado à Tecelagem de Almalaguês com tear ao vivo. No âmbito do protocolo, deliberado na reunião do Executivo Municipal de 4 de Setembro, o Município cede à associação Herança do Passado, em regime de comodato, um edifício na Rua Direita, com uma área de cerca de 86m2, e com acesso pela rua Arco do Ivo. O prédio, que ocupa o rés-do-chão dos números 100-102 da Rua Direita e o rés-do-chão dos números 1-3 da rua Arco do Ivo, será utilizado para a instalação de um espaço de actividades destinado à exposição, divulgação, dinamização e valorização da Tecelagem de Almalaguês.

Enquanto as obras decorrem nas futuras instalações, a Heranças do Passado vai ocupar provisoriamente um espaço ali perto, também na Rua Direita, onde nesta segunda-feira foi formalizado o protocolo. Quanto ao novo edifício, vai dispor de um tear ao vivo para experienciar a tecelagem, permite acolher exposições e, ainda, a comercialização dos trabalhos resultantes do saber fazer desta tradição. No local haverá também oficinas de experiência e de divulgação de trabalhos que poderão ser apreciados por todos. O espaço vai estar aberto ao público de segunda-feira a sábado, das 10h00 às 17h00.

A dinâmica da Herança do Passado, associada à preservação e divulgação da Tecelagem de Almalaguês, representa na história do artesanato nacional um valioso património identitário de Anaguéis (freguesia de Almalaguês), como de Coimbra e da região Centro, em termos culturais e turísticos.

Ao longo do seu percurso, que teve sempre muito presente as mulheres desta zona rural do concelho, a Herança do Passado tem vindo a revelar um elevado dinamismo e criatividade na produção de peças tradicionais com traços de contemporaneidade, de que são exemplo as alpercatas, os chinelos de pano, as sapatilhas, os casacos ou coletes, que tanto êxito têm colhido por parte público que visita as feiras de artesanato em que a Herança do Passado participa, com regularidade, designadamente naquelas promovidas pelo Município de Coimbra.

A associação tem trabalhado de forma contínua, organizando cursos, acções de formação, workshops e exposições dando a conhecer a sua actividade não só no concelho, mas também fora dele, tendo assim um papel importante na divulgação do património imaterial da região de Coimbra, mantendo vivas as tradições que constituem a nossa identidade enquanto povo.