Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Teatrão procura residentes de Coimbra para próxima criação a estrear em Setembro

5 de Julho 2024 Jornal Campeão: Teatrão procura residentes de Coimbra para próxima criação a estrear em Setembro

O Teatrão está a desafiar a comunidade residente em Coimbra a participar na sua próxima criação, com estreia marcada para o dia 19 de Setembro, que tem como ponto de partida a linha do Metro do Mondego.

De acordo com a companhia de teatro de Coimbra, a ‘call’ à comunidade decorre até 12 de Julho, tendo como público-alvo pessoas residentes em Coimbra, com mais de 14 anos, quer sejam profissionais, amadores ou não tenham qualquer experiência artística.

“É bem-vinda toda a gente que tiver vontade de entrar neste projecto sobre as linhas que podem mudar a vida desta cidade”, destacou.

O Teatrão tem em curso um projeto comunitário, em parceria com a Metro Mondego e os Municípios de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo, intitulado “Com que Linhas te Cruzas?”.

Trata-se de um projeto teatral de intervenção sobre a implementação do novo sistema de mobilidade urbana de Coimbra, “desenvolvido em estreita colaboração com a comunidade, nomeadamente com escolas, famílias e territórios que pertencem às linhas do Metrobus”.

Este é também o nome dado à primeira de duas criações que daqui vão surgir, com estreia marcada para o dia 19 de Setembro, na estação de Metrobus da Praça 25 de Abril [na foto].

O espectáculo, com encenação de Marco António Rodrigues, que trabalha com o Teatrão desde 2005, terá mais duas apresentações em Coimbra, nos dias 26 de Setembro e 10 de Outubro.

É também o encenador brasileiro que terá a seu cargo os ensaios com os participantes escolhidos a partir da ‘call’ em curso.

Neste primeiro espectáculo, o Teatrão pretende “criar curiosidade sobre a ideia de ‘linha’ e levar o público a reflectir sobre a importância das linhas na nossa vida”.

“Os tipos de linhas que se cruzam para concluirmos que a nossa realidade é bem mais complexa do que aparenta e é precisamente essa complexidade que torna cada pessoa e cada contexto mais interessante”, indicou.

No âmbito deste projecto, o Teatrão tem promovido várias oficinas com habitantes da Lousã, Miranda do Corvo, Moinhos e Serpins.

“Ao longo destes encontros, procuramos descobrir a história da relação das pessoas com a linha do comboio, as lutas travadas durante o interregno do projecto e que acabaram com o serviço de comboio e quais as perspectivas de relação futura com o novo modelo de transporte que irá surgir com o MetroBus”, informou.

Segundo o Teatrão, a segunda criação deverá ter estreia em 2025, nas carruagens do Metrobus.

FOTO: Praça 25 Abril © Sandra Pinheiro