Coimbra  24 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Teatrão de Coimbra celebra 30 anos com abordagem actual de clássico de Brecht

27 de Julho 2023 Jornal Campeão: Teatrão de Coimbra celebra 30 anos com abordagem actual de clássico de Brecht

O Teatrão de Coimbra anunciou ontem, em conferência de imprensa, a programação para os primeiros três meses da temporada 2023/2024. Este período marcará o início das comemorações dos 30 anos da companhia, que serão celebrados no primeiro dia da Primavera, a 21 de Março de 2024.

Um dos grandes destaques dessa programação é a criação teatral intitulada “Ti Coragem & Filhos Lda.”, uma adaptação contemporânea do clássico “Mãe Coragem e Seus Filhos” de Bertolt Brecht, a partir da tradução de António Sousa Ribeiro. Com esta criação, o Teatrão pretende provocar reflexões sobre os tempos actuais, abordando a guerra como o braço direito do capitalismo no contexto pós-neoliberal. A encenação dessa obra estará a cargo de Marco António Rodrigues, que já colaborou com o Teatrão em outras adaptações de grandes autores, como Shakespeare e Anton Tchekhov. O espectáculo contará com a participação de sete actores, que darão vida às trinta personagens presentes na dramaturgia original de Brecht, e três músicos que acompanharão a peça com música ao vivo. “Ti Coragem & Filhos Lda.” está em processo de criação, que se estenderá ao longo do Verão, culminando na estreia em 12 de Outubro.

Isabel Craveiro, diretora da companhia, ressaltou que a nova temporada do Teatrão foi concebida para celebrar os 30 anos da companhia, mas também para comemorar os 50 anos do 25 de Abril. Nesse contexto, o Concurso de Dramaturgia em Língua Portuguesa, denominado Fantasia Futurista, foi lançado para dar origem a cinco novos textos que serão concluídos em Janeiro do próximo ano.

Além da criação “Ti Coragem & Filhos Lda”, a programação para os próximos três meses do Teatrão de Coimbra inclui outras produções teatrais, como “A Ascensão de Arturo Ui”, criação do Teatro da Didascália (Joane, Famalicão), a partir de Bertolt Brecht, e “Esse Caminho Longe”, uma criação da Cem Palcos (Viseu).

A programação tem início no final de Agosto, mas a apresentação oficial à comunidade ocorrerá em 22 de Setembro, com um Arraial aberto a todos. O evento acontecerá no âmbito do Condomínio Vale das Flores, um programa de proximidade criado pelo Teatrão há vários anos, com o intuito de envolver a vizinhança.

Além disso, o início de Setembro marca o recomeço dos trabalhos dos projectos “Teatro e Memória”, que chega ao seu 7.º ciclo intitulado “Quem sabe, sabe”, e “A Meu Ver”. Este último projecto foi agraciado com o Prémio FTV, concedido pela ONCE (Organização Nacional de Cegos de Espanha) e pelo Teatro Valacar, em reconhecimento ao seu excelente trabalho na promoção da integração de pessoas com diversidade funcional nas Artes Cénicas.

A partir de 8 de Setembro, o Teatrão apresenta a reposição do espectáculo “Cantos das Pedras”, que combina audiowalk com cenas teatrais e explora o património e a história da Coimbra romana.