Coimbra  17 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Tábua: Orçamento da Câmara sobe para 20 milhões de euros

4 de Janeiro 2019

O orçamento do Município de Tábua para este ano ascende a 20 milhões de euros, mais três milhões do que em 2018, disse, hoje, à agência Lusa o presidente da Câmara.

Mário Loureiro justificou este aumento de 17 para 20 milhões de euros com obras que transitaram do exercício de 2018 e que “estão ainda em curso”, além de outras que “é preciso começar” em 2019, designadamente nas áreas do saneamento básico e da regeneração urbana.

A Câmara de Tábua vai investir cinco milhões de euros em diversos sistemas de drenagem de águas residuais, a que se juntam a construção da estação de tratamento (ETAR) de Espariz e Carragosela e a ampliação da ETAR de Pinheiro de Côja.

“Torna-se imperioso proporcionar o fecho de sistemas de saneamento de águas residuais”, adiantou o presidente da autarquia.

Ao abrigo do Plano de Acção para a Regeneração Urbana (PARU) serão concretizadas intervenções cujos custos se elevam a mais de um milhão de euros, enquanto a requalificação da praia fluvial da Ronqueira, no rio Alva, implica um investimento de 350 000 euros.

Por outro lado, Mário Loureiro salientou que, ainda na sequência do grande incêndio de 15 de Outubro de 2017, o orçamento da autarquia para 2019 inclui 800 000 euros para a recuperação de estradas, infraestruturas e diversos equipamentos municipais.

A reabilitação e a protecção de linhas de água afectadas pelos fogos, incluindo margens, custarão 110 000 euros, no âmbito de um programa financiado pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética, através do Fundo Ambiental.

Mário Loureiro prevê que a reabertura de um hotel de quatro estrelas, encerrado há quatro anos, e a ampliação de uma empresa de alimentos congelados venham a representar a criação de “mais de 100 novos postos de trabalho” no concelho.

Com apoio da Turismo Fundos, o Hotel Turismo de Tábua, que tem 74 quartos, está em obras de modernização que correspondem a um investimento de três milhões de euros do grupo Luna Hotels & Resorts.

A reposição desta oferta na área do alojamento turístico constitui “uma mais-valia para a economia” do concelho de Tábua, realçou o autarca independente, eleito pelo PS.

O desemprego é residual e o município “tem condições para acolher pessoas” que queiram viver e trabalhar em Tábua, sublinhou.

A Assembleia Municipal aprovou o orçamento por maioria, no dia 26 de Dezembro, com 24 votos a favor (PS) e seis contra (PSD e CDU). Já as Grandes Opções do Plano foram aprovadas por unanimidade.

No executivo, os dois documentos tinham sido aprovados com quatro votos favoráveis do PS e três contra do PSD, no dia 31 de Outubro.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com