Coimbra  18 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

 

Suspeito de abuso sexual de menina de 13 anos na Lousã foi detido pela PJ

14 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Suspeito de abuso sexual de menina de 13 anos na Lousã foi detido pela PJ

Um homem de 34 anos suspeito de vários crimes de abuso sexual de uma menina de 13 anos, na Lousã, foi detido e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou, esta quinta-feira, a Polícia Judiciária (PJ).

A PJ adianta que o suspeito “aproveitou-se de uma relação de confiança que mantinha com a família para abusar sexualmente da vítima”.

Fonte da Directoria do Centro da PJ, em declarações à agência Lusa, especificou que as duas famílias, a do arguido e a da vítima, “são amigas” e “não vivem longe” uma da outra, na zona da Lousã.

Era “comum” a menina ir para casa do detido, que “inclusivamente tem filhos, também”, e lá pernoitar, por vezes, aos fins-de-semana, acrescentou.

“E é neste quadro de confiança entre as famílias que o indivíduo, em casa dele, que começa, em Agosto, a assediar sexualmente a vítima”, frisou a mesma fonte.

“A vítima acabou por se apaixonar por ele. Há aqui uma situação em que ele a seduz e ela enamora-se por ele”, revelou.

A partir daí, ainda segundo a fonte da Directoria do Centro da Polícia Judiciária, começaram “os contactos de natureza sexual”, que foram “evoluindo para os mais graves”.

Os comportamentos, quer do detido – que trabalha na área das telecomunicações e não tem antecedentes criminais – quer da vítima, começaram a levantar suspeitas tanto à companheira do homem, com quem este vive em união de facto, como à mãe da menor.

“A menina foi confrontada e acabou por assumir que, de facto, mantinha um relacionamento”, disse a fonte da PJ.

A mãe da rapariga apresentou queixa às autoridades e o homem veio a ser detido pela Polícia Judiciária na segunda-feira.

Presente a Tribunal, na terça-feira, para primeiro interrogatório judicial, o suspeito ficou em prisão preventiva.