Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Soure promove programa gratuito de preparação para parto aquático

16 de Junho 2023 Jornal Campeão: Soure promove programa gratuito de preparação para parto aquático

O Município de Soure desenvolveu o Programa Berço, no qual está enquadrada a acção “Bebés a Bordo”, uma iniciativa de preparação para o parto em meio aquático.

“Esta medida é destinada às grávidas/casais residentes no concelho de Soure, que podem usufruir da mesma de forma gratuita”, afirma a autarquia.

O curso divide-se numa componente teórica de oito sessões, ministrada pela equipa da UCC (Unidade de Cuidados Continuados), e numa componente prática, dinamizada pelas enfermeiras especialistas Mónica Henriques e Regina Rasteiro, na Piscina Municipal de Vila Nova de Anços, em horário pós-laboral.

Recomenda-se o início das sessões aquáticas a partir das 28 semanas de gestação, sendo necessário realizar uma pré-avaliação e a respectiva inscrição no curso, que pode ser efectuada junto dos Serviços Municipais de Acção Social e Saúde ou na UCC de Soure.

“A implementação desta medida pretende disponibilizar um serviço diferenciado, inclusivo e relevante, em termos de saúde materna e obstétrica, que, considerando os benefícios da água, contribui para promover a ligação mãe-pai-bebé, bem como para o bem-estar e uma vivência saudável da gravidez, parto e parentalidade”, defende a Câmara Municipal.

Soure tem vindo a implementar, desde 2016, um regulamento de incentivo à natalidade e apoio à família, materializado no Programa Cegonhas, que se traduz na atribuição de um subsídio no caso de nascimento de um bebé no concelho.

“Procurando complementar o Programa Cegonhas e o apoio às famílias, contribuindo para potenciar a sua fixação no concelho e o aumento da natalidade local, a autarquia desenvolveu o Programa Berço”, explica.

Enquadrado neste novo incentivo, está a iniciativa “Bebés a Bordo”, um programa em parceria com a Unidade de Cuidados na Comunidade de Soure e dinamizado por duas enfermeiras especialistas em saúde materna e obstétrica.

Esta actividade enquadra-se, ainda, nas políticas municipais de promoção da qualidade de vida dos cidadãos, “dando uma resposta contemporânea sobre a importância da preparação para o parto, fomentando a aquisição de conhecimentos e de estratégias facilitadoras para que a grávida/casal assuma um papel activo na gravidez e no trabalho de parto, contribuindo para uma experiência mais satisfatória”, completa.