Coimbra  25 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Somos Coimbra saúda transportes urbanos mas quer mais medidas

4 de Maio 2020 Jornal Campeão: Somos Coimbra saúda transportes urbanos mas quer mais medidas

O movimento Somos Coimbra (SC) saúda as medidas dos transportes urbanos para reporem a oferta e garantirem condições sanitárias, mas diz que é necessário torná-los “seguros, mais amigáveis e acessíveis a todos”.

O SC “saúda as medidas já anunciadas pelos SMTUC [Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra], mas entende que é necessário olhar para além do que acaba de ser decretado pelo Governo”, face à pandemia de covid-19, para “aumentar o nível de confiança dos utilizadores”, tornando estes serviços “seguros, mais amigáveis e acessíveis a todos”, afirma o movimento.

A Câmara de Coimbra anunciou o reforço da oferta de autocarros dos serviços de transportes públicos urbanos, em cerca de 70%, a partir de hoje, considerando a decisão do Governo de declarar situação de calamidade e de definir “uma estratégia de levantamento das medidas de confinamento”, afirma a autarquia.

As medidas de contingência em prática nos transportes públicos da cidade “continuam em vigor e são reforçadas com o uso obrigatório de máscara de proteção em todas as viagens”, sublinha a Câmara.

“É necessárioolhar para além do que acaba de ser decretado pelo Governo, para aumentar o nível de confiança dos utilizadores, tornando os SMTUC seguros, mais amigáveis e acessíveis a todos”, defende o movimento, considerando que, para isso, se impõe a adoção de várias medidas.

Entres essas medidas, o SC defende a “reposição progressiva da oferta” de autocarros, e, “para preservar a viabilidade económica dos SMTUC” a melhoraria das “alternativas de compra de bilhetes”, nesta fase disponível em três lojas da cidade.

O desaconselhamento do “uso dos SMTUC aos idosos, durante os períodos de ponta”, a garantia de “um forte arejamento e renovação do ar dentro dos transportes”, e a “criação de campanhas de sensibilização e de informação” são outras das nove medias concretas preconizadas pelo SC.