Coimbra  13 de Agosto de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Somos Coimbra quer Câmara mais adaptada ao mundo digital

14 de Maio 2020 Jornal Campeão: Somos Coimbra quer Câmara mais adaptada ao mundo digital

O movimento Somos Coimbra (SC) disse hoje que “estes últimos dois meses [de pandemia da covid-19] mostraram a absoluta necessidade” de a Câmara se “adaptar ao mundo digital, em particular na sua relação com os munícipes”.

O SC afirma que “estes últimos dois meses mostraram a absoluta necessidade de o funcionamento da Câmara Municipal de Coimbra se adaptar ao mundo digital, em particular na sua relação com os munícipes, pela capacidade de adaptação a situações adversas que daí resultam e para melhorar o serviço prestado”.

Com a medida, “reduzem-se os custos de contexto, protege-se o ambiente” e torna-se a Câmara “mais acessível, transparente e próxima dos cidadãos”.

Para isso e “sem limitar a possibilidade de as pessoas com menor acesso à informática poderem resolver os seus problemas com documentos em papel”, o movimento propõe a “dinamização do balcão virtual” do Município, no qual “todos os serviços e procedimentos da responsabilidade autárquica sejam acessíveis ‘online’”.

Entre esses serviços, o movimento destaca, designadamente, a possibilidade de “submissão de processos de licenciamento urbanístico”, de “consulta e acompanhamento da tramitação à distância, de qualquer requerimento ou processo administrativo” e de “pedidos e recepção de certidões, plantas de localização e outros documentos”.

A medida também deverá facilitar e incentivar “a participação pública dos cidadãos no desenvolvimento e transformação da cidade”, fazendo, por exemplo, com que “as reuniões de Câmara passem a ser transmitidas ‘online’”.

A possibilidade de compra, “a partir do computador ou do telemóvel, de bilhetes pré-comprados, passes sociais e outros títulos de transporte dos SMTUC [Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra] e das redes integradas”, é igualmente preconizada pelo SC, que também advoga a instalação de “parquímetros inteligentes que permitam fazer o pagamento do estacionamento por cartão de crédito ou de débito, ou através do telemóvel”.

O Executivo municipal de Coimbra é constituído por cinco eleitos socialistas, três vereadores sociais-democratas (eleitos no âmbito da coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT, um dos quais passou a independente no final de 2019), dois do SC e um da CDU.