Coimbra  29 de Janeiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Somos Coimbra diz que há “informação falsa” numa decisão da Câmara

16 de Janeiro 2020

O Somos Coimbra (SC) anunciou, hoje, que vai apresentar queixa crime ao Ministério Público, por ter sido usada “informação falsa” numa deliberação da Câmara relativa à requalificação da Praceta Mota Pinto, junto aos HUC e ao Pólo III.

“O PS deu como garantia um estudo de tráfego, não disponibilizado aos vereadores, para fazer aprovar a ‘requalificação’ da Praceta Mota Pinto, na última reunião de Câmara, mas, no entanto, o Somos Coimbra já consultou o estudo e confirmou que a informação é falsa, pois o documento refere-se exclusivamente ao estudo de tráfego no Pólo III”, refere o movimento.

O SC, cujos dois vereadores votaram contra, considera que “a aprovação da requalificação da Praceta Mota Pinto foi tomada com a garantia de um estudo de tráfego da zona, que em rigor não existe”, e entende que “a garantia foi deliberadamente dada com base em informação falsa, pois o estudo de tráfego é exclusivo da circulação interna do Pólo III e em nada interfere com a zona da Praceta”.

O movimento entende que “a capacidade e fluidez dos movimentos de acesso ao Hospital, designadamente por parte das ambulâncias e veículos em emergência, devem constituir a principal preocupação da reformulação, prevalecendo sobre quaisquer orientações paisagísticas ou arquitectónicas”.

O SC recorda que o presidente da Câmara, Manuel Machado, referiu “um estudo de tráfego anexo ao processo de requalificação da Praceta, que legitimava o projecto”, mas “o estudo não foi distribuído aos vereadores antecipadamente, em plataforma electrónica, violando grosseiramente o regimento da Câmara Municipal”.

“Os vereadores do Somos Coimbra pediram a distribuição do estudo e sugeriram o adiamento da discussão para a reunião seguinte, para que pudessem tomar uma decisão consciente e informada, tendo em conta todos os elementos, todavia esse adiamento foi recusado”, descreve o SC, acrescentando que, na quarta-feira, foi disponibilizado para consulta da vereadora Ana Bastos, a qual constatou tratar-se “apenas do tráfego nos arruamentos internos do Pólo III e a sua ligação à Circular Interna através da rua Doutor Afonso Romão”.

O movimento Somos Coimbra lamenta, ainda, que o PSD, mesmo reconhecendo a “falta de distribuição de documentos essenciais para se poder decidir”, tenha votado a favor da “requalificação” da Praceta Mota Pinto.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com