Coimbra  26 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Somos Coimbra desafia CMC a reforçar apoio social no dobro das iluminações de Natal

9 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Somos Coimbra desafia CMC a reforçar apoio social no dobro das iluminações de Natal

O movimento Somos Coimbra desafiou, hoje, o Executivo da Câmara de Coimbra a reforçar o montante das medidas de apoio social no dobro do valor que vai gastar com as iluminações de Natal.

No período antes da ordem do dia da reunião ordinária, o vereador José Manuel Silva considerou necessário o reforço das medidas de apoio social “às pessoas, famílias, instituições e empresários que estão a enfrentar a miséria e a falência por causa dos erros técnicos, de decisão e de comunicação cometidos pelo Governo socialista no combate à pandemia”.

“Há pessoas a ficarem na miséria, há empresários a ir à falência, são cada vez maiores os desafios e as carências sociais”, disse o autarca, salientando que o Somos Coimbra não discute “a beleza das iluminações de Natal e o seu interesse e efeito positivo na dinâmica da cidade”.

Segundo José Manuel Silva, “perante recursos escassos, temos a obrigação de debater as prioridades para o emprego do dinheiro, que é do povo, quando a gravidade sanitária e económica da pandemia se acentuam e são tomadas medidas que vêm conflituar ainda mais com a difícil recuperação económica”.

O vereador salientou que “os funcionários públicos estão protegidos pelo seu vencimento seguro e regular”, mas que todos os outros estão a enfrentar dificuldades “crescentes e insuportáveis, que carecem de mais atenção da Câmara e do Governo”.

O Município de Coimbra vai reforçar este ano as iluminações de Natal na cidade, que vão ser ligadas a 27 de novembro, com mais nove locais abrangidos, num investimento superior a 180 mil euros, anunciou a autarquia no dia 28 de Outubro.

Numa aposta “amiga do ambiente”, a Câmara conimbricense realça, em comunicado, que vão ser utilizados LED (sigla em inglês de diodo emissor de luz) de alta intensidade luminosa, mas de baixo consumo energético, num total de 420 mil luzes.

Segundo o Município, trata-se de uma forma da autarquia “promover a atractividade da cidade e dinamizar a economia local, diminuindo os impactos negativos que resultaram do confinamento e das medidas de contingência impostas pelo curso da pandemia, mas sempre assegurando e vigiando o cumprimento das orientações das autoridades da saúde”.

A iluminação de Natal, que já começou a ser montada, chega este ano à Praça das Bandeiras (no Convento São Francisco), à rotunda da Praça das Cortes, à Rua da Sota, à entrada das Escadas do Gato, ao Largo do Romal, ao Largo da Freiria, ao Largo das Olarias, ao Largo de Celas e à zona comercial do Girassolum.

A iluminação de Natal vai vigorar de 27 de Novembro a 06 de Janeiro, com as luzes ligadas todos os dias entre as 17h00 e as 02h00, à exceção das sextas-feiras, sábados e dos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, em que vão estar acesas até às 04h00.