Coimbra  20 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Sismo de 1969 é o terceiro mais mortífero do século XX em Portugal

1 de Março 2019

O sismo que, há 50 anos, abalou Portugal foi o terceiro mais mortífero ocorrido no país durante o século XX.

O abalo telúrico de 28 de Fevereiro de 1969, com uma magnitude estimada de perto de oito em 10 graus da escala de Richter, teve epicentro na zona do Banco de Gorringe (a Sudoeste do cabo de S. Vicente, Algarve).

A edição de 08 de Março de 1969 do Jornal “Folha de Domingo” apontava os maiores danos nos concelhos de Vila do Bispo, Aljezur, Lagos e Silves.

“No sítio das Fontes dos Louzeiros, perto de Alcantarilha, das 16 casas existentes, só uma ficou intacta”, avançava o semanário algarvio.

De um modo geral todas as localidades do Algarve foram afectadas, mas foi no Barlavento que se registaram os maiores danos, principalmente nos concelhos de Lagos e de Vila do Bispo, este último com o inventário de mais de 400 edificações destruídas.

O sismo de há 50 anos é tido como causador do falecimento de 13 pessoas; a 01 de Janeiro de 1980, morreram 73, nos Açores; a 23 de Abril de 1909, morreram 42, na zona de Benavente (Ribatejo).

Foto: Arquivo RTP

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com