Coimbra  20 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Sindicato diz que motoristas vão deixar de cumprir serviços mínimos

12 de Agosto 2019

Os motoristas de matérias perigosas vão deixar de cumprir os serviços mínimos, anunciou, hoje de manhã, em Aveiras de Cima, o vice-presidente do Sindicato.

“Vamos deixar de cumprir os serviços mínimos”, disse aos jornalistas o vice-presidente do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, em Aveiras, concelho da Azambuja.

Pardal Henriques acusou o Governo e as empresas de não estarem a respeitar o direito à greve.

“Os trabalhadores estão a ser subornados. Há polícia e Exército a escoltar os camiões. Não foi o sindicato que quebrou os serviços mínimos, mas sim as empresas e o Governo que violaram o direito à greve” – disse.

Questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de esta medida provocar a requisição civil, o vice-presidente do sindicato disse que na prática isso já está a ocorrer.

Os motoristas cumprem hoje o primeiro dia de uma greve marcada por tempo indeterminado e com o objetivo de reivindicar junto da associação patronal Antram o cumprimento do acordo assinado em maio, que prevê uma progressão salarial.

A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), tendo-se também associado à paralisação o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN).

O Governo decretou serviços mínimos entre 50 por cento e 100 por cento e declarou crise energética, que implica “medidas excepcionais” para minimizar os efeitos da paralisação e garantir o abastecimento de serviços essenciais como forças de segurança e emergência médica.

Neste âmbito, o primeiro-ministro, António Costa, desloca-se hoje, pelas 09h30, à Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil e assiste ao ‘briefing’ operacional para avaliar o desenrolar dos acontecimentos.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com