Coimbra  17 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Serviço de Cardiologia abre intervenções de ambulatório no Hospital dos Covões

18 de Maio 2023 Jornal Campeão: Serviço de Cardiologia abre intervenções de ambulatório no Hospital dos Covões

O Serviço de Cardiologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) reinicia, amanhã, no Hospital dos Covões, a actividade electiva invasiva de ambulatório, com camas de recepção e de recobro.

O momento do reinício da actividade será assinalado pelas 11h00 e contará com a presença do Director do Serviço de Cardiologia do CHUC, Lino Gonçalves, do Director Clínico e da Enfermeira Directora do CHUC, Nuno Deveza e Áurea Andrade, respectivamente.

O Serviço de Cardiologia reinicia assim, no Hospital dos Covões, a actividade electiva invasiva de ambulatório, “passado que foi o período pandémico de SARS-Cov2 e após obras de requalificação profundas no pólo Hospital Geral do CHUC, que respondem aos standards mais modernos e elevados da medicina cardiovascular internaciona”.

Lino Gonçalves, Director do Serviço de Cardiologia do CHUC, dá conta que “a requalificação deste pólo foi feita com base numa estratégia de complementaridade com os HUC-CHUC, pólo onde preferencialmente serão admitidos os doentes agudos e complexos, dada a sua proximidade com o Serviço de Cirurgia Cardiotorácia”.

Para o Hospital dos Covões serão encaminhados “os doentes de ambulatório, que necessitem de realizar técnicas diferenciadas e inovadoras, de baixo risco, nas áreas da cardiologia de intervenção estrutural e da arritmologia”, explica Lino Gonçalves.

O Director do Serviço de Cardiologia dá ainda nota de que “o Serviço passa a dispor no pólo HG-CHUC de sete camas de recobro para uso após os procedimentos invasivos, cinco camas de recepção antes dos procedimentos e, ainda, de duas salas totalmente renovadas, uma para ecocardiografia avançada (transesofágico, ecocardiografia de sobrecarga, speckle tracking, strain e 3D) e uma segunda sala para recobro após estes procedimentos de imagem diferenciada, o que significa que todos os doentes estarão continuamente monitorizados durante a sua permanência no Serviço”.

“Estas obras de requalificação, para além de permitirem a redução da lista de espera para a realização de procedimentos invasivos e diferenciados de cardiologia no CHUC, vão contribuir para melhorar a qualidade do atendimento e a segurança dos doentes e dos profissionais de saúde”, refere o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.